Monday, May 19, 2014

[Reviews] Nashville – 2.20 “Your Good Girl’s Gonna Go Bad”


De quem é a culpa?

Contém Spoilers!

Culpa foi a palavra mais utilizada neste episódio. O surto de Scarlett no palco no último episódio foi a trama central deste. Todos os personagens de alguma forma se envolveram no drama passado pela jovem cantora.
O drama da família Claybourne veio à tona com a presença de Beverly, mãe de Scarlett, e todo o passado sombrio da família repleto de surtos, alcoolismo, abandono, sacrifícios. A relação complicada de mãe e filha baseia-se na frustração da primeira em ter feito escolhas erradas e ser obrigada a desistir de seus sonhos. Jogou toda sua frustração em Scarlett que entrou no ápice de sua crise ao reencontrar a mãe. As brigas e a procura de um responsável pela crise de Scarlett movimentaram o episódio, trazendo a tona discussões passadas e presentes em busca de um culpado, onde a verdadeira culpada ficou ilesa e presa em uma redoma.

Finalmente Rayna percebeu que Scarlett não tinha estômago suficiente para suportar o mundo da fama. Diferente dos outros, sua carreira caiu de bandeja e pouco ela fez para conquistá-la, justamente por não almejá-la. Sutilmente, Rayna transformou-se em uma empresária tão implacável como os outros. O sucesso de seu selo dependia muito de Scarlett e a cantora não poupou esforços para fazê-la entrar no jogo de falsidade tão característico do meio. Talvez seu ato magnânimo libertando Scarlett do contrato, tenha sido justamente por perceber que ela se tornara uma chefe igual ao que ela desprezava, ignorando sinais clássicos de fraqueza vindos de sua pupila.

A libertação de Scarlett veio juntamente com um momento delicado do episódio, onde ela e Zoey fazem as pazes. Em meio ao caos, a amizade falou mais forte e mesmo brigadas uma recebeu a outra de coração aberto. Gunnar também ao seu modo homenageou Scarlett colocando Jeff em seu lugar. Jeff começou a temporada cheio de poder e hoje não passa de um coadjuvante que só se dá mal.

Enquanto isso, Juliette mais uma vez caminha para escolhas erradas e consequências desastrosas. A aproximação de Avery e Scarlett fez com que Juliette contasse até 10 várias vezes nos últimos episódios. Já está ficando repetitivo ela fazer uma cena de ciúmes e pedir desculpas logo em seguida. Do outro lado,  Avery se fazendo de sonso e fingindo não perceber o quanto a aproximação com a ex tira Juliette do sério. Certo ou errado não importa, o que importa são as escolhas cada vez mais descabidas que inventam para Juliette se dar mal. Movida pelo ciúme, já era óbvio que sua intenção era trair Avery, o normal seria que ela tivesse uma recaída com Charles. No entanto, tivemos que engolir o Jeff sendo o protagonista da vingança. Com o final da temporada se aproximando, a conclusão que se chega é que nada deu certo para personagem. Juliette não é nem vilã, nem mocinha, a personagem foi visivelmente rebaixada a algo que nem ela mesma sabe o que é. Carreira na corda bamba, relacionamento amoroso indefinido, parceria com Rayna aos trancos e barrancos, enfim curiosa para saber o que lhe espera para o final.
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive