Sunday, March 9, 2014

[Reviews] RuPaul's Drag Race - 6.02: RuPaul's Big Opening/ Part 2


A segunda abertura é sempre melhor que a primeira.

Até agora a sexta temporada teve um dos melhores começos da série inteira, superando até mesmo a surpresa da Shangela na caixa da terceira temporada. Tudo isso não é graças a edição, que continua um pouco tendenciosa demais para o meu gosto, sempre nos levando a caminhos que não são verdadeiros. Não, nada disso, a qualidade dessa temporada se dá unica e exclusivamente as participantes. Enquanto a quarta temporada se apoiou quase que totalmente na personalidade do Willam e na briga entre Sharon e Phi Phi, essa será um páreo duro ao tentar descobrir qual será o alvo principal. 

A resposta para tudo isso é bem simples, não dá para prever. Existe muita personalidade e de longe já consigo dizer que as mais bem qualificadas estão aqui. Mesmo os erros que culminaram no bottom two não se assemelham ao amadorismo das temporadas passadas. 

Bianca Del Rio



Bianca é uma das minhas favoritas até agora. Sempre gostei das campy queens e o humor rápido de Bianca foi algo que chamou a atenção do próprio Ru. Sua versatilidade também foi bem surpreendente. Todos nós já estamos cansados de saber que quando uma queen se vangloria demais de sua habilidade com alguma coisa a edição tem por prazer dar todos os highlights para a queda dessa vantagem. No caso de Bianca até agora nada foi diminuído. Sua maquiagem é mais forte? Sim, mas sinceramente eu não consigo ver isso como um ponto negativo. Faz parte do estilo dela. Sei que a Amercia's Next Drag Superstar precisa ser versátil, mas conceito de maquiagem pra mim não é apontamento de versatilidade e sim gosto. Umas gostam de se contornar com cores mais escuras, outras são mais femininas e suavizam bastante. Que Michelle Visage não decida estressar exatamente com isso.

Trinity K(ardashian) Bonet


Ainda estou com um várias dúvidas a respeito da Trinity, gostei do estilo dela, mas a personalidade não me agradou. Soube se desenvolver bem nos dois challenges e teve uma apresentação consistente. Tirando essa consistência nada mais chamou a atenção. Ela é bonita? Sim, é. Talentosa? Se formos julgar por esse primeiro episódio, sim. O problema é exatamente esse, as coisas param e e não sei mais o que pensar. Vou aguardar para saber se Trinity é capaz de ir além e me dar algo mais impressionante que o tamanho colossal de sua gengiva. 

Joslyn Fox


Se eu gostei da Bianca por ela ser super rápida e piadista eu também preciso confessar que gostei da Joslyn exatamente por todos os motivos opostos. Gostei da lerdeza dela e da facilidade que ela teve em me fazer rir, sem querer, mas fez. Ela me lembra muito a Shangela, tem uma personalidade boa, mas não consegue executar bem aquilo que quer passar e exagera. Claro que a Shangela era bem mais apimentada e encrenqueira. Não imagino que ela vá muito longe e confesso que se as cenas de adoração dela para com a Courtney continuarem eu já vou colocar a pobre Joslyn na minha lista negra e soltar os cães de caça em cima dessa felpuda raposa. E no quesito risada, ela ainda não substituiu a Alyssa e nunca conseguirá. 

Milk


Milk, Milk... Milk. Essa foi a participante que em seis anos de série me deixou mais encucado. Não sei exatamente o que esperar dela, não sei o que pensar e nem mesmo consigo prever quanto tempo sua permanência será estipulada. Como primeiro desafio ela não foi bem no sexy, não conseguiu passar muito da aura feminina e onde Courtney exagerou ela pecou. Milk parece ser do tipo que irá prezar pela sua androginia custe o que custar. E o preço pode acabar resultando em seu lipsync. Claro, out of drag é o homem mais lindo de todas as edições da série, in drag é grito, porrada e bomba. Eu ficarei de olho nela e assim que ansiosamente torcendo para que ela fique até o snatch game. 

Magnolia Crawford


Magnolia é o tipo que eu gosto de chamar de cordeiro do sacrifício. Já vem para ser riscada mesmo e sua participação se limitou ao seu nariz imensamente grande e sua habilidade quase nula de manter uma conversa sem fazer duzentas caras de sofrimento e nojo. Por sorte, temos queens como essas que ajudam as Joslyns da vida a continuar por mais uma semana. Menina, que nariz é esse? Não é só feio in drag, out of drag é quase uma arma branca. 

Courtney Act


Toda a beleza que Milk tem out of drag, Courtney tem in drag. Gente, que beleza natural é essa? Bate até mesmo Willam, que para mim foi uma das queens que mais soube se pintar e se vestir a acentuar os traços de feminilidade. Discordo plenamente de todas as drags que disseram que ela não é uma ilusão boa o suficiente por ser muito parecida com uma mulher. Se é um homem vestido de mulher é drag, ponto final. Como eu disse lá em cima na análise da Bianca, estilos estão ai para diversificar e só ajudam. Não aceitarei em momento algum que digam que Courtney é menos drag por não se pintar com traços fortes e por ter um blending suave. Enquanto Courtney for um homem se vestindo de mulher e performando ela será uma Drag. Gostei bastante dela e achei que tem todo o potencial para ser a campeã, mas eu também achei isso do Willam e ele foi expulso então eu fico com um pé atrás, não sei se ela será nosso Willam season 6. 

Darienne Lake


Sabe, eu quero muito acreditar que Darienne não tenha sido escalada só para cumprir a cota das big girls da temporada. Porém, quando ela revela que foi escolhida através da votação online eu já sinto toda a vida Penny Tration de novo. Por sorte ela tem muito mais a oferecer do que a Penny que saiu no primeiro episódio. Lembro do challenge da Stacy, o bolo couture que a fez cair no lipsync e após o episódio de hoje vi o quão complicado é para uma big girl fazer um high fashion com quinquilharias. Torço por Darienne mas sei que o posto de melhor big girl de todas as temporadas ficará com Delta Work, que só perdeu por causa do próprio emocional.

Mini-Challenge

Mais uma vez a foto com o Mike. Já que é o padrão não vou reclamar e simplesmente farei a análise de cada uma das fotos que é isso que todo mundo quer. Certo? 


Bianca Del Rio e Milk dividiram o mesmo posto, não sabem ser sexy pelos motivos certos é comediante demais e tanto a maquiagem quanto a roupa não permitem essa abordagem. Bianca ficou parecendo um palhaço maligno do filme Killer Klows From Out of Space e Milk poderia muito bem se encaixar como ajudante. Ao passo que Magnolia e Joslyn pecaram pela falta de noção do que é tirar uma foto de maneira sensual. Trinity foi sexy de uma maneira mais vulgar e não sei se o padrão era mesmo esse, ao passo que Courtney foi o melhor photoshoot de todas as temporadas. Porém, a série mantém seu padrão me forçando a discordar de praticamente TODOS os resultados de desafio de foto. Darriene foi muito bem, muito bem simples. =/ 

Ps. Eu sei que o Pit Crew clássico deve ter mais privilégios por terem vindo primeiro e tudo mais, mas esses dois novatos tem mais capacidade para fotografar do que os veteranos. Por isso, vamos abusar deles? É só ver as fotos com as costas curvadas a lá corcunda de Notre Dame. 

Main Challenge + Runway



O Main Challenge acompanhou o do primeiro episódio, fazer uma roupa baseada na caixa surpresa. Cada uma das drags recebeu um tema e deveria fazer um vestido de alta costura ou high couture. 

Trinity - Festa Princesa [Óbvio]
Darienne - St Patricks [Escolher verde pra big girl? Será que foi SHADE?]
Joslyn - Quincinhenta. Quincinhera. Quinceañera. 
Magnolia - Festa de Caubói [Pra combinar com a cara de cavalo? Justo]
Courtney - Republicana [Tanto faz]
Bianca Del Rio - Lual [Combinou com a personalidade de Lual, bêbada]
Milk - Festa da toga [Por que sobrou]

Logo de cara já deu para perceber que a Magnolia passaria todo o tempo reclamando e reclamando da caixa dela. Claramente ela já tinha me irritado quando abriu a boca lá no começo. Fiquei muito curioso com o que a Courtney ia fazer, assim como o desempenho da Milk. Achei um absurdo a Milk querer colocar uma barba de Pai Mei para o look, mas sua capacidade de costura superou o gosto duvidoso. Eu acho que a fusão entre masculino e feminino é a essência da drag queen, mas é complicado imaginar uma de barba. Porém, achei babadeira, achei possuída, achei gigante de gelo do Thor, aprovo. 

Courtney  foi muito inteligente. Todo mundo questionando sua escolha e dizendo que esperava mais dela e eu achei que ela fez bem em não tentar fazer algo que não conseguiria. Você eliminaria uma queen por ser bonita demais no primeiro desafio? Eu também não. Mas só um recado Courtney, STOP RELYING ON THAT BODY.

Parte do erro de Joslyn eu acredito que seja por sua inocência/lerdeza. Quando ela abriu a caixa e viu a confusão de cores e tecidos acho que ela imaginou que uma festa de quinze anos mexicana tem que obrigatoriamente incluir todos esses elementos. Partindo então do pressuposto de que escolher acessórios não é forte dela (se julgarmos sua entrada), tudo foi esperado. Bem gritante, mas longe de ser ruim.

Darienne repetiu o mesmo do mini-challenge, básica demais. Merecia o bottom? Talvez Joslyn merecesse mais. 

Magnolia. Burra demais, bocuda demais e sem senso nenhum de como se portar ou pelo menos fingir o caminho até o final. Bottom two merecido.

Trinity. Nada a declarar. Perfeita e se não fosse pelos jurados terem reprovado o disco com certeza eu a premiaria. 

Bianca - Não deitou no chão e lacrou o c* das inimigas logo no primeiro episódio. Camp + Couture = Tudo aquilo que Jinx não conseguiu ser na temporada passada.


Bottom Two - Magnolia e Darienne
Música - Turn the Beat Around (Vicki Sue Robinson)
Sashay Away - Magnolia

Então é isso divos(as), nos vemos semana que vem quando começar o choque de monstros entre grupo 1 e grupo 2. Coloco minhas fichas no segundo, mas vamos ver se a unidade do primeiro consegue superar a qualidade do oposto. 


Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive