Wednesday, February 12, 2014

[Reviews] Pretty Little Liars - 4.16: Close Encounters


Cadê a novidade?
Contém Spoilers

Mais um episódio e o pedido continua o mesmo. Marlene, corre com essa trama porque está puxado assistir Pretty Little Liars. Vejam bem, só pra não pensarem que estou de implicância com a série. Alguns acontecimentos dos últimos três episódios poderiam ter sido encurtados e usados em apenas um episódio. Não tem necessidade ficar rendendo essa história da mãe do Toby e a Radley e todas as suas falcatruas. Nossas meninas precisam parar de correr de um lado pro outro sem ter um plano sólido em mente.

Fui a única a ficar confusa com essa história da Shana? Quer dizer que a moça é boazinha e está tentando ajudar a Ali? E como fica aquela história de que a Melissa havia pedido pra Jenna e Shana vigiarem a Spence pra saber se a Ali estava viva? Então Shana é uma espécie de agente dupla? Olha, Marlene deve gostar muito da personagem e deve precisar demais dela pra aprontar toda essa bagunça no plot da Shana.

A cota de ingenuidade desse episódio foi preenchida por Emily e Aria. Em porque estava caindo no papinho da Ali sobre as meninas não serem confiáveis. Lindinha, não é possível que você vai escutar uma pessoa que nem se importou em dizer “Ei, eu não morri.” enquanto via você sofrendo por isso. Cada vez mais só consigo pensar que todo mundo é um boneco e a dona do teatro é a Ali. Já Aria por despedaçar o coração de menino Jake e por se relacionar com o inimigo. Se ainda fosse uma atitude esperta, do tipo que ela investigaria Ezra, tudo bem. Mas nem isso, porque acho que pequena Aria não acreditaria nem se alguém gritasse bem alto na frente dela que Ezra não é flor que se cheire. Aliás, eu ainda não acredito que ela caiu naquela historinha de que a moça cujo Ezra perdeu as estribeiras era a advogada da Maggie.

Na parte dispensável temos a revelação de que Jéssica faz parte do conselho da Radley. Deve ser por isso que papai Hastings mudou rápido de ideia. E francamente, Toby, você fez um dramalhão sem fim, quis que o mundo soubesse que sua mãe não se matou e queria evitar que outras pessoas passassem por isso pra no fim assinar o acordo? O senhor está proibido de ficar de mimimi nos episódios posteriores.

Simplesmente adorei as cenas da Ash com a Hanna. Quebrar pratos deve ser uma tremenda terapia e já estou adotando isso pra minha vida. Acho que de todas as mães, Ashley é a mais próxima da filha. Ela sempre está ali pra oferecer conforto e ajudar Hanninha. Nossa menina precisa de um freio pra não sair fazendo hannices por aí e a Ashley exerce esse papel muito bem.

Por fim, como não amar Spence não dando ouvidos a Emily e seguindo a moça? Não estou reclamando, achei certíssimo, mas custava ter mais cuidado? Acho que nem se quisesse Spencer teria feito tanto barulho como fez. E olha que ela é a mais esperta. E aquele elevador mágico que sumiu com menina Alison? Nem pra Emily e Spencer entrar e procurarem pela mágica.

PS: Ezra baixando total o nível e enchendo o saco de pancadas do Jake com facas. Tadico do lutador, coração quebrado e pé rasgado.


E vocês, o que acharam do episódio?  
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels