Saturday, February 15, 2014

[Reviews] The Middle – 5.13 Hungry Games


Axl, o herói!

Contém Spoilers!

O que poderia unir ainda mais a família Heck? Comida grátis, óbvio! A palavra grátis enche os olhos da família e para não perder a oportunidade, o que tem demais em perder alguns minutos da comilança por aconselhamentos familiares igualmente grátis. Seria um dia perfeito se eles não fossem tão problemáticos e necessitassem de aconselhamento individual, fazendo com que alguns minutos de conselhos se arrastassem pelo dia inteiro.

O episódio foi bem interessante, talvez pudesse ser melhor explorado, visto a gama de assuntos que exemplificariam o quão precária é a relação familiar. Eles se amam, mas se maltratam o tempo todo em um cotidiano que visto de fora é tão assustador quanto deliciosamente divertido para aqueles que os observam.

Para quem não se recorda a relação da família com a igreja não é muito amigável desde quando se apropriaram por um longo tempo da van da igreja. Entretanto, Deus ainda é uma das prioridades dos Heck e mesmo não muito apreciados pelos reverendos, eles ainda frequentam a igreja, mais por culpa do que por devoção. Quem não os conhece quer consertá-los e foi assim que um novo reverendo cheio de vigor e casos perdidos, que foram solucionados, entra na vida de todos com o intuito de colocá-los nos eixos. O que parecia simples durou um dia inteiro, com direito a Sue enlouquecendo o novo reverendo com seus problemas.

Axl foi o herói do dia sem a pretensão de ser, em mais um momento comovente de The Middle. Após um discurso convincente do que é ser uma verdadeira família ele convence o reverendo que sua família é normal. O que parecia ser um golpe para se livrar do reverendo, foi na verdade a real percepção de família que o primogênito possui. E assim caminha The Middle, no meio do caos que nos é apresentado em cada episódio, há momentos nos quais se ri e se emociona. Tudo mesclado com a simplicidade que a série propõe.
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels