Thursday, January 16, 2014

[Review] Nashville – 2.10 Tomorrow Never Comes


Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência


Contém Spoilers!

Quase sempre brinco com o fato de Nashville parecer um novelão. Com direito a ganchos para os próximos capítulos. Ao compará-la com uma novela, gênero tão aclamado em nosso país, pode parecer pejorativo, mas não é. Sou fã de uma boa história, independente do formato no qual ela é contada. Sou capaz de descrever inúmeras novelas da qual fui apaixonada e quando vejo Nashville cada vez se parecer com este formato, muitas vezes este fato me agrada. Outras não, afinal tudo tem seu lado positivo e negativo.

Nashville sempre tem uma contextualização em seu inicio, o interessante é que o assunto a ser retomado nem sempre ocorreu no último episódio, portanto esta contextualização é sempre bem-vinda principalmente para aqueles que perderam algum detalhe mais específico. Neste episódio, algumas histórias tiveram seu desfecho, como o escândalo do romance de Charlie e Juliette, a reação de Scarlett, o festival promovido por Teddy, a decisão de Rayna sobre sua carreira, um caminho para Deacon, Will cedendo aos seus instintos e Juliette se declarando para Avery. Apesar de tantos assuntos, não senti como no episódio anterior, a sensação de tudo ser contado de uma maneira leviana e superficial. Foi na medida certa, mesmo acreditando que esta fórmula de ter várias histórias sendo contadas ao mesmo tempo, ainda precise ser revista. 

O que me chamou a atenção neste episódio é a semelhança com a realidade.  Um casal querido pela mídia é envolvido em rumores de traição. Uma artista famosa e igualmente querida é declarada como pivô da separação e esse escândalo afeta a imagem desta artista e a promoção de algo novo no qual ela é a atração principal. Um desafeto de alguém poderoso sendo atacado com uma arma, provavelmente a mando deste mesmo alguém que possui poder para dar esta ordem da prisão onde se encontra. É a ficção como sempre se apropriando da realidade. 


Os novos personagens desta temporada, Zoey, Layla, Jeff, Luke, ainda me causam uma certa aversão.  Tiro meu chapéu para o chefe mercenário Jeff, por colocar a mini-cobra Layla em seu devido lugar. A melhor cena dos dois. Zoey sofre com a rapidez de Nashville, seus arrependimentos de amiga do bem, duram menos que um episódio tornando difícil aceitar suas sempre boas intenções. Já Scarlett, está se tornando a mocinha chorona da primeira temporada e tudo caminha para uma nova decepção com Avery, que visivelmente se apaixona por Juliette. Mesmo diante de um provável retrocesso de Scarlett, não vou desistir da personagem e ainda acredito em uma volta por cima, demorei tanto para aceita-la que me recuso a voltar atrás. É uma fase difícil, uma fase de adaptação ao novo mundo.

Pronta para dar uma reviravolta em sua vida e saindo da zona de conforto, Rayna promete muito a oferecer. A personagem pouco cantou nesta temporada e passou muito tempo envolvida com seus problemas familiares, namoros e promovendo Scarlett. Até as divas precisam trabalhar e Jeff, mesmo sendo um personagem insuportável do gênero morde e assopra, serviu para colocar Rayna no mundo real, onde as pessoas não vivem apenas do nome por muito tempo. 

Avery, como já comentei em outras ocasiões, virou o conselheiro oficial de Nashville. Prestou serviços a Juliette, Gunnar, Scarlett e Deacon. Se o fizessem interagir com mais algum personagem, com certeza seus conselhos seriam úteis em algum momento de dificuldade. Neste episódio, destaco não seus agora habituais conselhos e sim o dueto que fez com Juliette quando a mesma entregava os pontos no palco do festival. Naquele momento, passei definitivamente a torcer pelo casal. A imperfeição de Juliette lhe permitirá ser igualmente imperfeito e não o príncipe desejado por Scarlett. A liberdade de errar talvez o faça se envolver realmente com Juliette e o distancie de Scarlett por mais que ela lhe seja importante.

Nashville faz sua “pausa” deixando fortes emoções. Os destinos de Will e Peggy, o futuro arriscado de Rayna, Deacon renascendo para uma carreira solo, o futuro de Juliette e Avery. Ansiosa para o próximo capítulo.



Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive