Saturday, November 2, 2013

[Reviews] The Vampire Diaries - 5.04: For Whom the Bell Tolls


Recordar…
Contém Spoilers

The Vampire Diaries resolveu pisar no freio e quebrou o ritmo que vinha imprimindo nos três primeiros episódios. Todos os acontecimentos de For Whom the Bell Tolls foram absolutamente mais calmos, e não houve nenhum desenvolvimento ou acréscimo na mitologia da série. Porém, não foi algo maçante de assistir, o roteiro trabalhou bem as cenas e foi tudo bem amarradinho.

Começamos o episódio acompanhando a saga de Stefan desmemoriado por Mystic Falls. Confesso que prefiro o Stefan como esse “novo” vampiro do que o Stefan chato e moralista. Enquanto Eleninha levava o moço para todos os lugares que compõe o romance Stelena, me bateu uma nostalgia. Não pelo casal, porque vocês devem saber que eu ODEIO esse negócio de “Escolha um Salvatore” e odeio ainda mais o triângulo amoroso. Juro que se essa bagaça voltar mais uma vez, mandarei uma carta para os roteiristas pedindo a morte da Elena. Enfim, mas nostalgia porque, junto com a cena final, me fez lembrar dos anos de ouro de TVD e de suas primeiras temporadas.

A despedida da Bonnie foi bem elaborada, desde a forma como se deu a notícia, até a despedida em si, com todos reunidos no meio da floresta e Jeremy sendo o porta-voz da bruxa. Fiquei bem emocionada com as cenas, era um choro de saudadinha das primeiras temporadas, de felicidade pelo enterro da bruxa (e a possibilidade de ela nunca mais voltar a perambular por TVD), e até de tristeza, porque a dor dos personagens, especificamente Elena e Caroline, me comoveu bastante.

Tinha dito nas reviews passadas que odiava ver a Car com o Stefan, porque a personagem começou a decair na qualidade por causa dele. Nesse episódio tive uma grata surpresa, já que não foi difícil assistir a cena dos dois. Achei interessante explorarem esse lado da amizade entre eles, e acho que é uma ótima oportunidade para ambos evoluírem. Car voltando a ser a Car da qual gostávamos, e Stefan deixando de ser o chato que era com memória.

Já menino Matt, que não teve ninguém pra abraçar no funeral (me abraça!!!), como dito anteriormente, tem um plot e certamente funcionalidade na série. Matt perdeu o controle da única coisa que ainda lhe restava, que era seu corpo. O viajante continua lá e só saberemos qual é o objetivo disso tudo quando o plot dos Viajantes nos for apresentado detalhadamente.

Por fim, qual é a do doutor Maxfield? Fico com receio de ouvir as histórias desses professores, vide Shane e temporada passada, mas o rapaz já demonstrou ter conhecimento sobre os vampiros. Tanto que quando descobriu haver sangue vampiro no sistema de menino Jesse, não hesitou em matá-lo para assim criar o seu primeiro vampiro. Cadê Caroline salvando essa maravilha de homem outra vez?

PS: Desviando de todos os spoilers com medo de ler um “Bonnie volta a vida no episódio 5x05”
PS: Estava euzinha emocionada no funeral de Bonnie quando de repente, surge Tyler quebrando todo o clima da homenagem. Não poderia me importar menos com seu retorno, sério, que volta mais sem sentido.

PS: Pecado exibir um episódio INTEIRO sem Katherine e Tessinha aloprando na nossa tela, vocês não acham? Senti falta da vadiagem.
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive