Sunday, November 17, 2013

[Reviews] The Tomorrow People - 1.06: Sorry For Your Loss


Sobre mortes e traições.
Contém Spoilers

Que grata surpresa tivemos, dois excelentes episódios seguidos. Depois de All Tomorrow's Parties seria normal que a série diminuísse um pouco o ritmo, mas o que aconteceu foi o contrário. The Tomorrow People se manteve constante e o objetivo aqui foi dar continuidade a construção da relação entre as personagens e também explorar o passado de um dos personagens regulares.

Através dos conhecidos flashbacks, conhecemos mais sobre Russell. Diferente dos outros, ele não passou por nenhum problema grave, mas teve de conviver por anos com a soberania de seu pai. Típico dos orientais, Russell fora criado com extrema severidade e precisava andar na linha, caso contrário, teria sérios problemas. Russel era um exímio tocador de piano e seu pai sempre cobrou que ele fosse o melhor.

Somos levados aos flashbacks justamente após Tim, o supercomputador informar Russell de que seu pai havia morrido de infarto. A partir daí, vemos o personagem num dilema. Ele quer voltar pra casa porque sente que isso é o que deve ser feito, mas, ao mesmo tempo, ele tem medo de reencontrar sua mãe. E aí é que entra em cena John, que percebeu que Russell estava querendo fugir e ofereceu conselhos pontuais ao rapaz. Aliás, é até engraçado ver o John aconselhando o Russell a não fugir, visto que foi exatamente o que ele fez com a Cara. Ainda enfrentando as consequências da revelação de sua habilidade para matar, a relação entre ele e Cara está bem abalada. Não pela habilidade em si, como Cara deixou bem explicado, mas sim por causa da falta de confiança. E vocês sabem, a base de um relacionamento é a confiança.

Também acompanhamos a revelação de um outro ser do amanhã. Piper é irmã de Darcy, a parceira de Stephen na Ultra. Confesso que estava começando a gostar da moça, ela e Stephen aparentavam estar no começo da construção de uma relação de confiança. Porém, Darcy cavou sua própria cova. De fato, a agente estava entre a cruz e a espada, mas poxa, Piper era sua irmã e ela vê todos os dias o tratamento doloroso a que os seres do amanhã capturados são submetidos. É uma pena que ela tenha percebido tarde demais que deixar a irmã ser capturada não era o correto. Créditos para a personalidade moralista de Stephen, que funciona quase como a voz da consciência dos personagens.


E olha só Julie Plec deixando sua inevitável marquinha em The Tomorrow People. O temido triângulo amoroso finalmente tomou forma nesse episódio. Com John acompanhando Russell em sua jornada, Cara e Stephen ficaram sozinhos e o que vimos foi um festival de flertes de ambas as partes. Devo admitir que, a princípio, não odiei a consumação da relação dos dois e acredito que muito disso se deva ao clima leve e aos diálogos carregados de humor entre eles. Pra falar a verdade, eu tenho uma pequena esperança de que o triângulo amoroso de The Tomorrow People seja como o de Arrow, extremamente sutil. Não custa nada sonhar, não é mesmo?

A traição da queridíssima Cara, quando descoberta, renderá conflitos entre John e Stephen. É interessante ver como cada um influencia e age de uma forma sobre ela. Stephen quer que ela tenha opinião própria e a estimula a não seguir tanto as ordens de John. John é mais autoritário e age assim por questões de segurança. E qual dos dois seria o melhor e àquele capaz de trazer a tona o melhor de Cara? (Nada de deturpar o sentido dessa frase, hein.) Essa eu não vou responder, aprendizado graças as guerras entre os fãs xiitas de Delena e Stelena em TVD.

Por fim, tivemos uma revelação bombástica a respeito de Jedikiah. Tio Jedi tem uma amante que atende pelo nome de Morgan. A surpresa? A moça é um ser do amanhã. E aí, Jedi, a regra não vale pra ela também? Não tem que prender, retirar os poderes e depois devolvê-la ao mundo como humana? Quanta hipocrisia, deixa os seus superiores descobrirem seu segredinho.

PS: Ai CW, televirgem, SÉRIO?
PS: Sorry for your loss, John. Coitado, o moço é todo bom coração, vai ajudar o amigo em sua viagem e volta com um par de chifres.

Então está dizendo que só sai com garotas com nomes de strippers que começam com a letra C?” – Cara
Bem, acho que você está com sorte… Cara” - ROMÂNTICO, Stephen


E aí, o que vocês acharam desse episódio?
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive