Thursday, October 31, 2013

[Reviews] Once Upon a Time - 3.04/05: Nasty Habits/ Good Form



Bem vindos a temporada das mágoas passadas.


Alerta de Spoilers!

O tempo passa, as semanas vem e vão e Once Upon a Time continua não conseguindo esboçar um retorno ao que ela foi no passado. As coisas já estão melhorando, mas ainda falta um bom pedaço de chão para que ela se firme novamente. E de quem é o mérito dessa considerável melhora? Hook, nosso queridinho Gancho.

Mesmo que de forma geral, em Nasty Habits ele não tenha operado com tanta importância, ainda era visível sua presença como a voz da razão para cima do Charming. O foco desse episódio foi a relação conturbada entre Rumpels e Baelfire. Um foco que nós já estamos com o saco de pó mágico cheio de tanto aturar.

Se por um lado as coisas melhoram, por outro é evidente que elas deveriam pelo menos se manter, certo? Errado. Once Upon a Time continua errando ao tentar dar importância a um personagem que a grande maioria do público não simpatiza. O grande problema de Neal surgiu desde sua escalação (ator). Me desculpem os feios, mas beleza é sim essencial. Especialmente quando temos que colocar Charming, Philip, Hook e até mesmo o Robin Hood ao lado do Neal e dizer, olha Emma, esse é seu príncipe encantado. Baita sacanagem, né? Isso me faz imaginar que a ideia era trazer um personagem para não nos agradar.

Não apenas pensando no apelo visual, mas na trama do personagem que não nos dá nada para que possamos dizer "eu torço por esse casal". Nada da personalidade de Neal até então era digna de um herói. E mesmo quando tentam introduzir essa faceta nele, as coisas não dão certo e isso só reforça minha teoria de que ninguém em OUAT quer que Neal se torne o verdadeiro "encantado" da Emma.

Enquanto a coitada estava lá sozinha, presa, depois grávida, o cara a abandonou. Não foi atrás dela e se conformou em ficar sozinho, depois com sua nova namorada e noiva. Me diz uma coisa, isso é o tipo de atitude que esperamos? Claro que não. Charming lutou por Snow até perder a memória e coisas piores. Depois, vemos que o cara não dá uma chance para o pai, independente daquilo que ele faça. Rumpels pode ter sido o Dark One durante a infância de Neal, mas é evidente que o cara se transformou em outra pessoa, mas ele se acha digno demais para perdoar, sendo que ele, nunca fez pelo próprio filho e por Emma, aquilo que Rumpels estava disposto a fazer pelo neto.

E é exatamente esse o problema com esse personagem chato e pedante. Queremos mais que Emma fique com Hook, que vai mostrar todo o poder de seu gancho curvado para ela em noites tórridas de amor sobre o mastro de um navio. O que Neal poderá oferecer além de uma barriguinha saliente e a habilidade de dar discursos motivacionais nos piores momentos? Nada.

E no quinto episódio toda a glória de Hook é demonstrada para nós. Desde seus momentos em que ser maneta não era parte de sua realidade, até seu beijo molhado com Emma saliência. Até agora, todos os episódios que apostaram no flashback de personagens novos foram bons (vide Quite a Common Fairy). Nenhum dos que utilizaram dramas repetidos dos personagens que já haviam ganhado essa história de fundo foram bons.

O nascimento de Hook foi bem simples, sem maiores delongas e apenas com uma participação rápida do Peter Pan. Fiquei muito feliz com tudo o que vi, extremamente satisfeito com essa humanização do vilão. Tanto que, ver Neal preso em uma gaiola de madeira enquanto Hook desfruta da boca de veludo de Emma foi um plus + na minha noite.

Mesmo que tenham pintado a possibilidade de Hook acabar não satisfazendo (oi?) as necessidades de Emma, quando descobrirem que ele sabia que Charming estava a beira da morte AND que Peter Pan o avisou da presença de Neal barriga vivo e em Neverland, eu ainda prefiro ver dois episódios de um amor gostoso de Emma e Hook do que meio minuto de declaração amorosa entre ela e barriguinha.

Não sei se OUAT tem força para matar um personagem chave como Charming, mas pelo menos já deram a dica de que ele pode ficar lá, isolado. Talvez Snow e Charming decidam ter sua nova chance como pais dos meninos perdidos quando Peter Pan for derrotado? Até por que, Snow jamais abandonaria o seu amor (ouviu Neal?), não importando o que ela precisará abrir mão. Até por que, Emma já está crescidinha e deixou bem claro que não precisa dos pais, ou mesmo que não consegue vê-los completamente como tal.

Resumindo, enquanto Nasty Habits peca por utilizar um personagem que nós não damos a mínima, Good Form expõe que a série ainda pode exibir uma boa forma, só precisando queimar a gordurinha chamada Neal.

Ps. Não ver a Belle foi um alívio imenso.

Ps². Peter Pan, recaldada e vingativa.
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive