Sunday, October 6, 2013

[Reviews] Criminal Minds - 9.02: The Inspired


“Não somos apenas guardiões de nossos irmãos, de inúmeras maneiras e em pequenas formas, somos os criadores de nossos irmãos.”-  Bonaro Overstreet


A capacidade que Criminal Minds tem de se recriar após nove temporadas é algo extremamente impressionante. Sinceramente, eu achava que o episódio fosse mostrar apenas os gêmeos agindo juntos e a equipe correndo contra o tempo para prendê-los. Ao invés disso, conhecemos a família do unsub e vimos que o buraco era bem mais embaixo. The Inspired foi muito bem elaborado e fechou o caso com muito respeito. 

Jesse é o gêmeo perdido de Wallace e que havia sido preso pela BAU erroneamente. Com o decorrer dos minutos, a impressão que ficava era a de que Jesse era idêntico ao irmão não só na aparência, mas na loucura também. Podemos até dizer que de fato era, mas a inspiração de Jesse não era o louva-a-deus. 

Pra começar, Jesse estava rodeando pela cidade do irmão há três meses. Tudo fazia parte de um plano da mãe dos garotos, e comentarei sobre isso mais abaixo. Jesse entrou nessa com um propósito e um sentimento: raiva por não ter sido o filho escolhido para permanecer com a mãe e, devido a isso, o objetivo era matar seu irmão. Porém, na medida em que os minutos passavam e ele ficava com Wallace, Jesse percebeu a quantidade de coisas que os dois tinham em comum. Como bem percebido pelos agentes, o comportamento de um gêmeo inspira o outro. E isso não se limita apenas aos gêmeos, é fato que a maioria dos irmãos se inspiram um no outro, geralmente o mais novo tem como inspiração o mais velho. A inspiração de Wallace era o louva-a-deus, e a inspiração de Jesse era Wallace. E se antes Jesse queria ver o irmão morto, agora ele transferira todo esse ódio para a mãe, a qual ele percebeu ser extraordinariamente manipuladora. 

E Carla, a mãe dos meninos, é a grande culpada de todos esses acontecimentos. Foram seus atos que desencadearam esses eventos. Primeiramente, ela queria apenas um filho, e não gêmeos. Juntando isso com a dificuldade financeira pela qual passava na época, ela decidiu que a melhor forma de resolver era colocar um dos filhos para a adoção. Mas, como bem observado por Hotchner, Carla é narcisista. Ela precisava ser a mãe perfeita e ter filhos perfeitos. O que realmente importava para ela era sua imagem. Além de ter abandonado um dos filhos e não ter amado e ajudado o outro como uma mãe deve fazer, a ação de Carla ainda desencadeou um surto psicótico no pai dos meninos. Ela desestruturou uma família por puro capricho e vaidade. A solução dela para os ocorridos foi manipular Jesse para que ele matasse Wallace, só que ela não contava que Jesse fosse se identificar tanto com o gêmeo. 

A cena final só reforça a análise dos agentes de que o único desejo de Carla era sair como a mãe perfeita. Ela não disse que o filho que estava morto era o Jesse, passando imagem de mãe protetora e que faz de tudo pelos filhos. Só que nós sabemos que não é assim que a coisa acontece. E no fim, tudo que Carla queria aconteceu, ela conseguiu se livrar dos dois filhos. Destaque para a cara de desprezo que ela fez quando o Wallace foi preso. Com uma mãe dessas, quem é que precisa de inimigo, não é mesmo. 

Felizmente para a equipe e para Hotchner, o procurador geral tirou seu nome da lista de candidatos para assumir a direção da BAU. Significa que Hotch não abandonará o campo e que teremos gente nova pintando por aí logo menos. Vocês acham que o novo chefe será como a antiga ou a nova Strauss? Espero que seja alguém que venha somar para a equipe e que preze pelo coletivo, não deixando que o poder do cargo o faça passar por cima dos agentes. 

PS: Interessante a forma como os agentes encontraram para saber qual dos gêmeos havia sobrevivido.
PS: Parafraseando a citação de Philip Larkin que aparece no final do episódio, “Eles te bagunçaram, sua mãe e seu pai. Pode não ter sido a intenção, mas o fizeram. Eles o encheram com a culpa que eles tinham, e adicionaram um pouco mais, só pra você.” Podemos dizer que a Carla, com toda a sua vaidade e egocentrismo, bagunçou e agravou o comportamento insano dos filhos. 
PS: "Apparently the BAU is trendind on twitter. Whatever that means."  – Rossi sendo um amorzinho <3
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive