Thursday, October 3, 2013

[Reviews] 2 Broke Girls - 3.02: And the Kickstarter


Sendo engraçadas sem precisar da Sophie.


Alerta de Spoilers!

Pela primeira vez desde que a Sophie apareceu em 2 Broke Girls, eu posso dizer que ela não foi utilizada como uma muleta para a falta de momentos engraçados da série. Ou o Oleg, com seus momentos de canastrão. Além do mais, pela primeira vez em toda a série eu tive um momento de dor no peito pela forma com que Caroline se sentiu afetada por Max ter falado dela pelas costas.

Resumindo, eu adorei And the Kickstarter, que tira uma onda com a moda que só tem crescido nos Estados Unidos em ficar literalmente, pedindo "esmola" para os outros na internet. É o tipo de episódio que faz uma leve crítica a bom, 89% dos projetos existentes na página de cofounding. 

E é assim que 2 Broke Girls sempre se portou, como uma ótima oportunidade para satirizar praticamente tudo e todos, especialmente os norte americanos. São os comentários ácidos da Max, o comportamento da Caroline que é uma alusão a quebra do mercado nos EUA que fez com que milhares de famílias que tinha ótimas condições de vida acabassem caindo para a margem da pobreza. 

E eu fico extremamente feliz em ver que a série aos poucos se recorda de como a simplicidade é aliada dos bons momentos das duas amigas. O mais estranho é que a série se destaca quando esquece sua premissa básica de transformar o sonho das duas em um sucesso. Já está cansativo ficar repetindo as mesmas cenas ao redor dos cupcakes, por isso, quanto menos bolo e cobertura na tela, melhor.

As cenas com a Caroline grampeando a calça foram impagáveis, eu ria a todo momento em que ela se abaixava, até mesmo na parte da recuperação da virgindade. 2 Broke Girls me encanta, profundamente. É uma pena ver que a qualidade da série despencou drasticamente quando as meninas conseguiram o que tanto queriam, sua loja. Tanto que o destaque para a "janela" está bem menor. 

Eu não quero ver as duas ricas, ficando famosas ou algo assim. É a dureza, a falta de dinheiro e a luta das duas para conseguir dinheiro pra comprar uma calça que nos diverte. Por isso, eu acho que o mais certo a ser feito é esquecer o foco dos cupcakes e centralizar nelas. Sem namorados, sem casal, só as duas.

Não excluo a necessidade de que um dia elas encontrem a alma gêmea delas, mas no momento, isso não ajudaria o ritmo que somente Max e Caroline conseguem manter. Sophie, Oleg e os outros servem como um ótimo terceiro pé, mas um terceiro pé não é necessário para que a série continue firme. 

Também gostei muito do relacionamento da Max com o telefone, mostrando o como nós adotamos posturas diferentes nas redes sociais enquanto pessoalmente somos outros. É exatamente assim que pensamos, a série só deixou em destaque.

Considero que esse tenha sido um ótimo episódio, que mais uma vez afirma todo o potencial da série, afinal, já estamos no terceiro ano. 
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive