Monday, October 7, 2013

[Primeiras Impressões] The Originals


Uma nova chance, para os originais e para a Julie Plec.


Não é segredo para ninguém que Julie Plec fez um verdadeiro arrombo em seu ano a frente de The Vampire Diaries. Tanto que, a maioria dos fãs comemorou e muito quando foi anunciado que ela tomaria conta do spin-off 'The Originals', eu mesmo sendo um deles. Então, a série passa a ser uma segunda chance para a showrunner e uma segunda chance para os originais, a família que foi incessantemente desgastada em TVD.

É complicado pegar um personagem de uma série famosa e o presentar com uma série própria. Muito mais complicado levar o conceito de uma família inteira para outra série. Mas 'The Originals' é isso, um conceito de família que não é uma sitcom, mas sim um drama sobrenatural. Só isso já é uma pedra bem grande a ser superada, imagina transformar esses detalhes em algo de sucesso.

O pior de tudo, é saber que essa mesma família já estava (e muito) desgastada em sua série do origem. Klaus, Elijah e Rebecah já exauriram todos os dramas que eles podiam ter passado juntos em The Vampire Diaries. Logo, fica a impressão de que nós que já assistíamos TVD vamos ter que passar pelas mesmas situações, de novo. E o pior é que não apenas existe a impressão, no final do episódio fica praticamente um letreiro em néon piscando "momento Klaus enfiando a faca no peito do irmão, parte 2345". 

E é então que eu levanto a pergunta: Será que The Originals consegue mostrar algo de novo? Ou será que estaremos fadados a acompanhar as mesmas armações, os mesmos dramas e os mesmos "romances"? É preciso que a série tenha certa renovação para que dê certo. Um spin-off só é bom quando consegue manter a audiência já existente da outra série e construir uma nova. Para que isso ocorra nós precisaremos que a trama seja boa e plausível. Esse é um universo que já existe e já tem uma mitologia pronta, não dá para inventar muito, assim como não dá desfazer tudo o que já foi feito. 

Se já foi complicado para Julie manter a mitologia de TVD, a expandir e manter a qualidade, imagina em uma série nova, porém já velha? Mesmo que esse "piloto" tenha sido praticamente o mesmo episódio que o exibido ano passado em TVD, existia a oportunidade de corrigir alguns erros e dar um pouco mais de profundidade ao problema.

Klaus sempre foi conhecido por ser impulsivo e ele continua sendo, quando ele enfia um faca no peito do irmão para que ele não ameace seus planos, ele está assinando embaixo de sua já famosa personalidade. Então, fica faltando alguma coisa que justifique ele não tomar a força o poder que tanto quer. Afinal, por que raios ele irá seguir um plano sendo que seu inimigo está lá, a um palmo de sua vista? Quer justificar a mudanças na forma de pensar? Então pra que "matar" o irmão? Esses erros precisam ser corrigidos. 

Outro problema muito grande é a tal gravidez. Em que mundo estamos em que um showrunner não aprendeu que a forma mais rápida de quebrar a dinâmica da série é com uma mulher grávida? Gente, olha o impasse. Ou nós vamos acabar criando um laço com a personagem e o bebê não nascido, ou iremos odiar tudo e criar uma torta de climão em cima da questão moral "matar ou não matar a mulher grávida"? Acho que The Originals não tem peito para tudo isso, não é uma Game of Thrones.

Mas então, o que acontecerá se a personagem não cair nas graças do povo? Existe essa tentativa de nos fazer simpatizar com ela quando Elijah expressa um sentimento. Existe ainda a possibilidade de ser criada a tensão do irmão que se apaixonou pale mãe do sobrinho. E quando isso acontece, vem a mente o que? Mais um triângulo que pode ser formado. E isso nós já estamos cansados. 

Por isso, eu digo que as primeiras impressões com The Originals foram as minhas primeiras impressões quando eu assisti ao episódio ainda em TVD, falta muito chão e muito embasamento para que essa série fique realmente boa. Todos nós gostamos do Klaus, por que ele é um sociopata, mas e o resto? Eu continuo acreditando que logo logo estaremos todos questionando a habilidade da série de se manter firme. Mas talvez, essa seja a nova chance da Julie Plec.


Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive