Monday, September 16, 2013

[Reviews] Devious Maids - 1.11/12: Cleaning Out the Closet/ Getting Out the Blood



Foram necessários onze episódios para Devious Maids virar uma série do Marc Cherry.

Alerta de Spoilers!

Olha, em dois episódios DM conseguiu elevar o nível de tensão e surpresa que eu nunca imaginei que ela fosse conseguir impor. Durante muito tempo eu questionei se essa era realmente uma série do Marc Cherry ou simplesmente uma série baseada na obra dele. Dúvidas sanadas com efeito, Cleaning Out The Closet e Getting Out The Blood tiveram uma fluência tão grande, que nem mesmo a má atuação da Dania Ramirez estragou o que se tornou a sequência de melhores episódios da série, até agora.

Se por um lado, limpar o armário significava a saída de armário de Alejandro, também demonstrava que existem muitos monstros e coisas estranhas nos armários das donas de casa e suas empregadas. Eu não sei muito bem em quem confiar, nessa altura do campeonato existem muitos suspeitos e poucas vitimas.

Marisol continua com seu jogo de gato e rato, detetive e ladrão e sabe-se mais o que. Mas finalmente ela conseguiu descobrir tudo o que precisava para acusar o possível assassino de Flora. E as coisas ficaram tão boas, cresceram e se desenvolveram com tanta perfeição, que o final do 12º episódio foi um deleite. O tal Philipe foi pedra cantada na minha última review da série, eu sabia que existia algum podre na família Delatour, e não é que a podridão era o cara?

Felizmente, tudo aconteceu do jeito que deveria. Primeiro, pensamos que o problema era Remy, assim como Marisol também pensou. Depois, vimos o menino problemático desenvolver seu papel de homem e acertar os ponteiros com todo mundo, até mesmo comigo. Eu sempre achei que o romance dele com a Valentina era abusar de um esteriótipo muito fraco, o menino rico que se apaixona pela empregada é uma coisa velha. Quando Zoila (personagem que eu não gostava) sugere que ele vá embora e deixe a filha dela para seguir seus próprios sonhos, eu sorri muito. Isso é uma série do Marczito. Mulheres manipulativas, inteligentes e figuras poderosas em um mundo dominado por homens.

Não é de se estranhar que tudo esteja finalmente entrando nos eixos. Dania ainda é um elo fraco, Rosie tem tudo, absolutamente tudo para ser uma das favoritas, mas a interpretação da atriz é fraca e forçada, se é que isso é possível. Ela não demonstra muito domínio no drama, mas consegue se sair bem na comédia. Todas as vezes que eu vejo a atriz chorando e fazendo bico para passar tristeza eu tenho vontade de acelerar a cena. Entretanto, as cenas em que ela precisa passar uma leveza maior na interpretação, as coisas fluem bem.

O Sr. Spence não ia durar muito tempo. A realidade dura, nua e crua desse relacionamento é que todos os três, são egoístas demais. Sendo Rosie, tadinha, uma mera vítima desse egoísmo todo, apesar de ter participação nele. Ótimo, não gosto da sua esposa, vou me relacionar com você. Para uma personagem tão cristã e cheia de bons princípios, a empregada não demonstrou muito pensamento cristão, né? Alias, o que ela pensava que iria acontecer? Um relacionamento que começa com adultério não pode se tornar coisa boa.

Por falar em relacionamentos que começam com adultério, vocês viram o que aconteceu com o conto de fadas da Taylor, né? Pois bem. Essa conseguiu desenvolver toda a minha simpatia, mas foi cair na fofoca para o marido e acabou levando o tiro que era para a Marisol. Infelizmente a Lifetime é burra demais, e já divulgou no site dela fotos da Taylor no hospital, só resta saber se o baby que ela carrega sobreviverá.

Mas o bom de tudo isso é que o climax está para chegar. Começou com um crime na casa dos Powell e terminaremos a temporada de estréia da série lá. Com uma festa de casamento da Genevieve, que aceitou numa boa ser um objeto sexual, mas, eu também aceitaria. Tá?

Para concluir, finalmente tivemos algo bom vindo do núcleo da Carmen. E melhor ainda, sem a participação da Odessa. Veja bem, eu gosto da governanta russa, mas aquele paramgolê lá não estava essas coisas com a saída dela. O fato do Alejandro ter se "assumido" e finalmente ficado interessante, conta pontos altos para a série. O fato dele pensar em casar com a Carmen, conta milhares de pontos para todo mundo. Finalmente, as coisas se desenham para uma segunda temporada. Já temos muitas possíveis resoluções para o futuro, claro que tudo foi jogado nesses episódios, mas funcionou. Pena que talvez a volta do Sam seja só para que o coitado leve uma rasteira da pretendente e do patrão, pena.

Devious Maids fez um ótimo trabalho nessa dobradinha. E estou pela primeira vez, ansioso pelo próximo episódio da série. Uma pena que ele será o último da temporada e só veremos a série de novo em 2014. Mas valeu a pena confiar na série, valeu a pena esperar.

Ps. "Eu não sei por que as feministas reclamam tanto, ser um objeto sexual é divertido." Genevieve Delatour.

Ps². "Eu vou encontrar esse maravilhoso estranho, antes que meus seios caíam mais." Evelyn Powell.

Ps³. Vá com dios Remy, melhor seria se você levasse a Valentina com você. 
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive