Tuesday, July 9, 2013

[Reviews] True Blood - 6.03/04: You're no good/ At Last


Você é minha, finalmente. Etta James/Warlow.
Alerta de Spoilers!


E não é que True Blood engatou em uma sequência de quatro episódios ótimos? Coisa que não viamos acontecer desde as primerias duas temporadas e que custou muito sangue de vampiro e fada pra ocorrer novamente. E a única coisa que me preocupa é a velocidade, que está tão abusiva, que se não tivesse sido alvo de reclamações na quarta e quinta temporadas eu ousaria me mostrar avesso a ela. O único problema com toda essa "agilidade" fenomenal com que as coisas estão ocorrendo é que eu começo a ver o fim da série cada dia mais próximo.

Se por um lado a HBO já comunicou que a sexta temporada não será a última, o fim está cada vez mais evidente. Tudo por que o novo e querido showrunner fez questão de colocar em um letreiro NEON que tudo está caminhando para um final. Fico muito feliz com isso. Meu maior medo após o finale da quinta temporada era que a série desandasse de vez, ficasse monótona e sem sentido. Mas Lilith ouviu minhas preces, tudo está tão perfeitinho que eu me orgulho de ter continuado fiel a série por seis anos.

O sentimento de adeus é tão grande, que Pam, Eric e Tara já disseram tchau para o Fangtasia. Se eu, que não sou dono, não faço lucro e não tenho intenções no local, fiquei sentimental com a despedida, imagina nossos personagens. True Blood passou seis anos desenvolvendo a forma com que os vampiros se comportam, especialmente os mais velhos como Eric, e um simples olhar antes de fechar a porta foi suficiente para passar toda a dor de abandonar o pequeno império que o xerife da área 5 construiu para si e sua cria.

Eric continua fiel ao extremo a tudo o que o personagem já passou, ouso dizer que ele é o mais bem desenvolvido e mais coerente de toda a série. Sua manipulação, sua visão de mundo não mudaram, mas evoluíram, o que é de suma importância. Assim como sua relação com os humanos, ele sempre os desprezou, ou eram comida ou sexo, a única que caiu em suas graças foi Sookie, que bom, não é completamente humana. Por isso, ver ele transformar a Willa só para provar um ponto para o governador é algo que posso caracterizar como "tão Eric". 

E não é que o governador está de rolo com a ex Sra Newlin? Eu acho que ela ia comunicar que estava grávida dele, até Willa aparecer e acabar com a graça da oportunista de cabelo armado. Uma pena muito grande que o cara tenha machucado a mão bem antes da recém transformada filha entrar no aposento, acho que podemos dar adeus a possibilidade dele mudar sua ideia quanto aos vampiros.

Tara porém, continua fazendo besteira. Essa não muda. Quer seja na forma humana ou vampira, Tara é chata. Primeiro sequestra a filha do governador e a solta em um parque, se não fosse o desejo da menina em copular com nosso vampirão nórdico, todo o plano poderia ter ido por água abaixo. Que Tara se cuide, sem a Pam do lado dela para fazer os comentários sarcásticos e maldosos eu temo pela presença dela, mas, se não a mataram até agora (definitivamente) acho difícil o fazerem agora.

A busca por Warlow se intensificou, ficou cada vez mais óbvio que tinha alguma coisa errada nisso. Por um momento em You're no good eu cheguei a pensar que Niall tinha algum envolvimento com um dos vampiros mais velhos do mundo. Agora entraremos em uma discussão que eu tenho certeza que todos fizeram a partir do momento em que ficou revelado que Ben é na verdade o Warlow. Quando ele apareceu, eu até pensei que ele fosse cúmplice, não que ele realmente fosse um híbrido de vampiro com fada. Parabéns Lilith, conseguiu se controlar bem, não é todo vampiro que drena uma fada e a transforma sem a matar no processo. Não é todo vampiro que tem a intenção de o fazer, também. 

Sookie surpreendeu, foi lá, comprou prata coloidal, se arrumou, ergueu os peitões e foi seduzir o Warlow só pra se vingar. Não deu muito certo, já que esse híbrido não é afetado por sol e prata, fraquezas de um vampiro. Porém, a bola de sol que ela preparou deve surtir efeito. Claro que nem tudo é tão simples, Warlow mandou Niall para a tal dimensão perigosa (que eu nem acho que seja tão perigosa assim, o cara tá inteiro after all), todos sabemos que agora ele vai tentar convencer a Sookie de que tudo é um mal entendido, de que ele não é um perigo. 

Nos resta então acompanhar esse desenvolvimento. Não acho que Sookie irá se transformar em uma humana, principalmente se levarmos em questão que o sétmino ano será o último, ela ainda tem muito chão pra caminhar nos sapatinhos de fada sininho dela. Creio que esse embate com Warlow não acontecerá tão cedo. Mas ainda torço para que o Bill morra pelas mãos de qualquer um que tenha traçado a Sookie, humilhação ao extremo.

Agora vamos falar de Bill. Por um momento, tudo ficou bem confuso, Bill era o ultimate god, o poderoso vampirão. Mas não era poderoso ao extremo como ele pensava. Ele ainda está limitado ao sol. Também falta explicar o que aconteceu realmente com ele, acho que Warlow vai nos dar essa resposta. Então, entramos no sequestro do Takahashi e na sintetização do sangue de fada, forma de proteger os vampiros contra a tal extinção que o Billith viu em sua visão do futuro.  Por sorte, o quarto episódio desenvolveu melhor essa trama. Unificou Andy, Terry e Arlene, as meninas fadas tudo em uma trama só e não fez feio. Jessica que queria ser a responsável, foi a que drenou as meninas. Será que elas morreram? Bom, pelo menos envelheceram as meninas, jogar a culpa da Jess do assassinato de 4 crianças não seria muito justo com uma personagem tão amada que está fazendo muitas escolhas dignas de uma mente fraca.

Quanto a trama dos lobismonens e do Sam. Ainda não estou gostando, ainda acho besteira, mas acho justo que tenha, sacanagem mesmo seria sumir com personagens tão interessantes, só espero que as coisas melhorem para eles.

No geral, esses dois episódios da série foram muito bem construídos, com um avanço maravilhoso e uma inteligencia que eu sentia falta de ver na série. Os dez episódios fizeram bem a série, e eu cheguei a pensar que seriam um problema, já que a série sempre ia com passos lentos até metade da temporada. Queimei a lingua. Tudo está ótimo e eu estou orgulhoso da série.

Ps. Deram mais uma chance do Sam conseguir emplacar um romance, com uma mulher que tinha acabado de perder o noivo. Que coisa, né?

Ps². Faltou nudez.

Ps³. Faltou pegação.
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive