Tuesday, February 12, 2013

[Reviews] Supernatural - 8.13: Everybody Hates Hitler


Nazistas contra Judeus.

Não há duvidas de que a série entrou em um ritmo de criatividade que ninguém vai poder parar – pelo menos por enquanto. A introdução dos Homens das Letras semana passada foi um indício disso, na verdade, um ótimo indício, já que os roteiristas arrumaram uma forma de manter o mesmo ritmo que já conhecemos e ao mesmo tempo introduzindo algo novo e interessante, lidando com magia e necromancia.

‘Os Homens de Letras’ é uma outra abordagem para o mesmo problema. O arco dá aos irmãos um novo mundo, história e métodos, mantendo a fórmula intacta. Não é como se eles fossem parar com a profissão de caçadores, só vão conseguir um hobby extra caso o primeiro trabalho fique chato. E como não amar a bat caverna dos garotos, com whiskey, cerveja e um monte de livros para Sam ficar mais nerd? Sam sempre foi o mais motivado dos dois, então seria natural que ele fosse o primeiro a aceitar o fato de que essa nova ‘vida’ que eles poderiam ter tido vale a pena pesquisar.

Esse novo arco é algo novo e promissor, e é exatamente isso que a série precisava para sair da mediocridade. É algo que me dá esperança de que ainda há um futuro bom para a série, se for utilizado de forma inteligente, é claro.

O caso do episódio teve muito a ver com esse novo arco, mesmo que tenha sido extremamente apelativo para certo lado e totalmente previsível no final. O clímax foi bem anti-clímax, com o necromante basicamente sendo morto por só dois tiros na cabeça, enquanto todos os seus capachos também morreram facilmente. Foi tudo muito fácil, e o estranho foi o nazista ter mantido todos vivos por mais tempo que necessário, que foi exatamente o tempo que levaram para arrumarem uma forma de combatê-lo.

Porém, também foi um episódio engraçado, principalmente por causa de Adam, o cara que não é gay. Todo mundo sabe que Dean ficou secretamente bem ofendido por ele não estar afim daquele pedaço de mau caminho, mas o fato do judeu usar uma cantada como desculpa para seguir ele em todos os lugares foi bem divertido. A cena dos dois no bar foi bastante desconfortável, mas bem engraçada ao mesmo tempo.

Entramos em um novo mundo onde talvez nem todas as criaturas sejam assassináveis ou acabam virando monstros. Agora, até alguns monstros podem viver normalmente, aumentando a mitologia da série, que convenhamos, já estava bem desgastada.

Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive