Tuesday, February 12, 2013

[Reviews] Grey's Anatomy - 9.14: The Face of Change



Mudança é algo desnecessário.

Muita gente anunciou que parou de assistir Grey’s Anatomy após o dramático final da oitava temporada. Para estes, só lamento: Vocês estão perdendo uma 9ª temporada sólida e regular, com ótimos episódios (como foi o caso deste), mostrando que tem fôlego para uma próxima temporada, reciclando alguns plots e personagens, mas no geral, lidando com essa reciclagem de maneira interessante e divertida.

Esse foi, provavelmente, um dos melhores episódios da temporada e olha que essa temporada já teve episódios deliciosos aos montes. Humor, drama, ação e romance na medida certa, terminando com uma decisão que não foi bem um plot twist, mas que foi bastante desenvolvido para que não se torne algo incoerente dentro da proposta da série.

Afinal, estava mais do que na cara que os novos milionários de Seattle Grace fariam algo com esse dinheiro para salvar o hospital. Não tinha outra solução. E mesmo que o que Callie e Richard fizeram no episódio foi para alívio cômico, estavam também afiadíssimos e em sintonia total, chegando à conclusão que a compra do hospital pela nova empresa não é boa ideia. O que mais deixou claro que a compra não é uma boa ideia vem em forma de um ipad – ou seja, se um médico tá mexendo com tecnologia, ele não consegue ser um bom médico e um médico crítico. Eles basicamente se transformaram em robôs, datadas para realizar uma única tarefa e se alguém atrapalhar terão que começar do zero novamente.

Não é assim que funciona um hospital, ou pelo menos não é assim que deveria funcionar um hospital. Uma resolução banal, mas que faz todo o sentido com a essência da série e com os personagens. Também achei extremamente natural que a ideia viesse de Callie, afinal ela sempre foi a mais engajada de todos, principalmente sobre a natureza do dinheiro.

No meio de toda a bagunça e competição entre Avery e Kavev para descobrirem quem será a cara da nova ‘marca’, fica claro que os dois possuem ótimas qualificações, mas quando se trata de beleza, Avery ganha de disparado. Foi divertido ver os dois brigando, ou melhor, as internas dos dois. Muito engraçado Wilson tentando fazer Avery parecer um médico menos sucedido que ele é, na hora da conversa sobre as cirurgias plásticas.

Entretanto, isso não é nada perto do que realmente foi o grande chamativo do episódio: O contrabando de emergência, que teve a participação de praticamente TODOS os médicos. Muito lindo todo mundo indo contra Alana, afinal a coisa mais importante quando se é médico é salvar quem precisa ser salvo. Toda a sequência nem teria acontecido se Kepner não estivesse em seu ‘encontro’ com o paramédico gostoso. Convenhamos que tudo aquilo que ela disse no começo do episódio ‘quero romance de volta’, ela conseguiu com o paramédico. Ou seja, Avery, se contente com sua interna porque Kepner daqui uns dias vai estar com casamento marcado.

Voltando ao principal, como não amar todos se juntando por uma só causa? Foi uma ótima sequência, principalmente por causa de Alana, que poderia aparecer à qualquer momento. Até Derek ajudou e olha que ele só está sabendo reclamar nesses últimos episódios. Queria, porém, que Bailey e Arizona tivesse maior destaque no episódio. As duas apareceram na mesma cena e foi UMA só cena durante o episódio inteiro. Ninguém deixa Bailey e Arizona de lado! #DirtyDancingFeelings

Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive