Friday, February 8, 2013

[Reviews] Bones – 8.14: The Doll In The Derby


“A caridade é sofredora, é benigna, a caridade não é invejosa, não trata com leviandade, não se ensoberbece”.


Definitivamente Bones voltou a ser o que era nessa 8ª temporada, e esse último episódio foi um exemplo bem claro disso. Nós tivemos Angela radicalizando, dando uma de policial disfarçado e arrasando no patins, nos preocupamos pensando que algo de ruim estava acontecendo com Booth ou com um de seus filhos, mas no final a sensação de alívio prevaleceu, para a alegria de todos.

Começando com o caso, nessa semana foi encontrado um corpo de uma mulher todo dispedaçado em um frigorífico. Ela era uma atleta de um time de Roller Derby, eu nunca tinha ouvido falar do esporte e fui dá uma sondada na net, e acabei achando no Wikipédia, e essa é a explicação sobre o esporte: Roller Derby é um esporte coletivo de contato inventado nos Estados Unidos. Ele é jogado por 2 equipes de 5 membros com patins. O Roller Derby é um esporte de alto contato jogado por mulheres sobre patins de velocidade tradicionais (rodas paralelas). Ele consiste numa corrida praticada em uma pista oval na qual 2 times de 5 jogadoras cada (1 pivô, 3 bloqueadoras e 1 atacante) disputam, entre esbarrões e muita ação, cada ponto.

Deu para observar que o esporte é altamente radical e violento, e Angela foi se aventurar nesse mundo disfarçada de jogadora, e tenho que confessar que fiquei com muita pena dela apanhando, mas sabia que ela ia conseguir entrar no time. Fazia um tempo que não acertava quem era o assassino, mas dessa vez meus instintos investigativos voltaram, heheheheheheheh, e acertei na hora que vi aquela colega de time dela.

Acho que todo mundo ficou super preocupado que algo poderia está acontecendo, algo de ruim, pois Brennan e Booth estavam com um segredo entre eles, e Brennan não contou nem para Angela, então era sinal que a coisa era séria.

Primeiro pensei que poderia ser novamente aquele problema que Booth teve na 4ª temporada, o tumor, mas depois que Cam foi investigar e acabou chegando em um hospital infantil pensei que era o Parker que estava doente, não pensei que fosse Christine pois achei que Brannan estava tranquila demais. No final descobrimos que Booth realmente tem o coração do tamanho do mundo, foi lindo demais ele se preocupando na organização da feira para arrecadar fundos para as crianças, e ainda não querendo se gabar disso contado para todo mundo. Se eu já era fã do personagem, agora sou fã 3 vezes mais.



E assim vou terminando levando uma bela lição ensinada por Booth, que a verdadeira caridade é anônima.

PS: A cara que o Booth fez depois que Angela beija ele é impagável, e ela perguntando se isso poderia acontecer de novo é mais impagável ainda.

Até o próxima!!!

Herlice Veras

Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive