Thursday, December 26, 2013

[Reviews] Nashville – 2.08 Hanky Panky Woman


Por amor ou pela dor

Contém Spoilers!

Às vezes nos apegamos a alguns personagens quando nos apaixonamos por alguma série. E como a paixão geralmente nos cega, cometemos alguns deslizes como não enxergar os defeitos do objeto de paixão. Aceitamos alguns desvios de caráter, passamos a mão na cabeça quando ele comete algum delito e principalmente, defendemos, compreendemos e até justificamos seus atos sejam eles quais forem.  Assim como nos tornamos condescendentes, também nos tornamos cruéis com os desafetos de nossos amados. Como é difícil ser justo. 

Confesso meus crimes e minha preferência nada velada por Juliette. Confesso também fazer um esforço incrível para não deixar minha preferência prejudicar os julgamentos que fiz e faço com Rayna. Scarlett também foi alvo do meu desafeto na primeira temporada, não poupei esforços para detestar a personagem, sempre muito boazinha, ingênua e sem sal. 

Scarlett é minha redenção. O desenvolvimento da personagem está sendo surpreendente para mim, nesta temporada. O desenrolar da sua história vem sendo mais interessante do que o de Juliette. Se na primeira temporada ela ficou a mercê dos seus amores egoístas e fracassados, nesta ela tomou as rédeas de sua carreira e de algumas de suas escolhas. Digo algumas, porque ficou claro neste último episódio, que o rumo que sua carreira está tomando não é exatamente o sonhado pela personagem. Só que ao invés de choramingar para os outros, ela demonstrou uma força que talvez nem ela mesmo soubesse que tinha e o conflito entre fazer o que quer e ser motivo de orgulho para os que acreditam em seu potencial, tem feito a personagem ser a mais interessante no momento.


Rayna ainda continua sua queda de braço com Jeff e talvez nem seu charme a salve dessa vez.  Jeff já provou não ser confiável e mesmo com uma leve indicação que ele aceite os termos da cantora, nada é certo para a mais importante artista da gravadora. Se sua carreira está empacada, o mesmo não se pode dizer da vida amorosa. Difícil de engolir seu novo namorado, o arrogante e super famoso, Luke. A relação dos dois, no entanto, serviu para nos mostrar que Deacon não a esqueceu e que a relação de “vamos ser bons amigos” para o bem de Maddie, pode ir além disso.

Peggy forjando um aborto, Gunnar escrevendo uma música de sucesso para Luke e até Juliette com seus confusos problemas amorosos, foram temas que tiveram pouco destaque e foram abordados com pouca profundidade. Mais uma vez Avery entra em cena para aconselhar algum personagem em crise, desta vez foi Juliette. Avery tem sido o coringa da série, ficou sábio nesta temporada. Centrado e tranqüilo existem aqueles que torcem para que ele se acerte de vez com Juliette, no entanto, tudo caminha para que isso não ocorra tão rápido. Afinal este episódio começou com Juliette descobrindo ser o novo brinquedo sexual de Charles e Olivia e terminou com Charlie se declarando a ela. Cenas do próximo capítulo.

Destaque do episódio para Scarlett que após ser vaiada no primeiro show, teve estômago para aguentar todos os conselhos, voltar ao palco, fingir um personagem, arrebentar, enganar a todos que estava feliz e repensar sobre suas escolhas. Ansiosa para ver o futuro da personagem.
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive