Sunday, November 3, 2013

[Reviews] The Tomorrow People - 1.04: Kill Or Be Killed


É matar ou morrer, John.


Contém Spoilers

Dando sequência ao que começou com o episódio da semana passada, The Tomorrow People continuou a explorar o passado de seus personagens principais. Dessa vez, pudemos ver o passado de John, soubemos como ele foi parar na Ultra e vimos que a vida do garoto não foi fácil.

Falei nas reviews passadas que a fórmula do caso da semana era arriscada. Para minha surpresa, TTP vem tirando essa de letra. A série fez justamente o que é necessário para que não se perca dentro de sua mitologia, e vem aliando a trama principal dos episódios com os arcos secundários.

Esse recurso de utilizar flashbacks para explorar o personagem e esclarecer suas atitudes e personalidade é excelente. Como já dito, foi a vez de conhecermos um pouco mais sobre o misterioso John Young. John morava em lares adotivos e devido ao comportamento negligente de seu tutor, ele usava seus poderes para roubar comida e assim poder alimentar os seus irmãos. John foi descoberto pela ULTRA ainda adolescente, e após Jedikiah oferecer uma quantia em dinheiro para seu tutor, ele permitiu que levassem o garoto.

Analisando as cenas, é fácil perceber que John nunca teve o carinho de uma família e nunca levou uma vida normal. E da mesma forma como aconteceu com Cara, para sobreviver, John precisava amadurecer mais cedo do que os outros. A série evidenciou bastante a relação de John e Jedikiah, afinal, Jedi foi o que John teve mais próximo de uma figura paternal. Eu continuo achando que ambos são pai e filho. Sou a única?

Disse na review anterior que não entendia muito bem esse negócio dos Seres do Amanhã não serem capazes da matar. Ainda bem que a série não tardou para explicar melhor essa história. O que acontece é que, conscientemente, os Seres do Amanhã não são capazes de matar. Existe uma parte no cérebro desses humanos evoluídos que os impede de serem assassinos, e só de pensar em matar, eles sofrem uma terrível dor de cabeça.

Porém, como também foi pontualmente mostrado, eles são capazes de desenvolver essa habilidade com muito treinamento e com uma droga que a Ultra criou como parte do Projeto Anexo. A contradição na personalidade de Jedikiah também é algo incrível. Ele persegue os Seres do Amanhã alegando que eles estão a um passo da perfeição (matar) e que isso não pode acontecer, mas, se ele puder ter um exército de Seres do Amanhã aptos a matar do seu lado, ai pode. Tio Jedi sempre está certo (isso em sua própria visão, obviamente).

Também conhecemos Killian McCrane, o primeiro Ser do Amanhã capaz de matar. Gostei bastante da personagem, McCrane foi bem construído e o intérprete desenvolveu com perfeição seu papel. Acho até que não deveriam tê-lo matado, ele certamente tinha muito potencial para ser explorado futuramente.

Ainda tivemos outra revelação que promete movimentar The Tomorrow People, principalmente quando os Seres do Amanhã descobrirem sobre ela. John também consegue matar, e foi justamente por Jedikiah ter lhe transformado num monstro que o garoto deixou a Ultra. Foi válido ele não ter contado sobre isso agora, porque é mais uma opção que a série poderá explorar lá na frente. Terá tempo para trabalhar esse acontecimento da melhor forma possível.

Já estava quase me esquecendo de citar o Stephen. Ele realmente é o protagonista? Está precisando de um plot mais empolgante do que só a de ser um infiltrado na Ultra. Stephen precisa entender urgentemente que está no meio de uma guerra entre HumanosXSeres do Amanhã. Sua personalidade moralista é admirável, mas o moço não pode ser ingênuo. Ele sabe que Jedikiah é frio e calculista, porque ainda confia no chefe? Fico perplexa com a expressão de surpresa que ele faz toda vez que vê o tio agindo sem escrúpulos.

Por fim, um parabéns a toda a equipe da CW, que não está poupando quando o assunto são os efeitos especiais. Os efeitos continuam sendo uma grande e excelente surpresa. O roteiro também vem melhorando e as lutas (tirando a do tutor do John com o John adolescente) também estão sendo melhores coreografadas. The Tomorrow People vem mostrando ser uma série sólida e com enorme potencial.

PS: John estando em cinco lugares ao mesmo tempo. Com treinamento, esses humanos evoluídos serão capazes de fazer muita coisa.
PS: Podiam utilizar um pouco mais os folgados evoluídos que habitam o QG dos Seres do Amanhã né.
PS: Mãe do Stephen dando a entender no final que sabe sobre os Seres do Amanhã, ou até mesmo que também faça parte deles.
PS: Mais cenas com o Luca, por favor!


E aí, o que vocês acharam desse episódio?
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive