Sunday, November 3, 2013

[Reviews] The Middle - 5.05: Halloween IV: The Ghost Story



Tudo é possível

Contém Spoilers!

Revendo um episódio antigo de The Middle, lembrei de algumas características que sempre existiram em Brick e Sue e que no caso de Brick apenas não foram muito exploradas. O episódio em questão se passa no grupo de socialização de Brick quando uma menina aparentemente normal se junta ao grupo repleto de esquisitices. Brick e os demais garotos se apaixonam pela nova integrante e vimos ali não só um Brick interessado por garotas como um líder nato. A quinta temporada tem revelado um Brick mais ousado e sociável que neste episódio interage, da sua maneira, com o sexo oposto. Este Brick sempre existiu, só estava adormecido e com outros interesses. Neste mesmo episódio antigo, o aniversário de Sue é esquecido por todos e de madrugada quando Frankie se lembra, faz todos fingirem que estavam fazendo uma surpresa para ela. Tudo é tão obviamente improvisado, que apenas Sue com sua visão abençoada da vida, consegue acreditar que tudo foi planejado com antecedência. Sue sempre tem essa visão, todos sempre caçoam de sua exagerada ingenuidade, mas tanto neste episódio antigo, como neste atual, ficamos atentos de como seria a vida se a olhássemos pela visão de Sue.

A história de fantasma que se refere o título vem justamente de Sue. Que após uma “sessão espírita” a qual invoca Cristóvão Colombo, acredita ter visto o fantasma de Santa Maria. Não só acredita, como espalha para todos o acontecimento. É com uma fala de Mike neste episódio que se define Sue, muito do que ela diz ou faz seria perfeitamente condizente para uma criança e não para uma adolescente de 16 anos. Sue personifica a inocência de uma criança o que é encantador, mas ao mesmo tempo patético ao olhar dos outros. Era de Axl o papel de alertá-la de maneira nada sutil o quanto ridícula ela era em algumas situações. Sem Axl, Mike resolve assumir este papel, não com o intuito de hostilizá-la e sim de protegê-la, mas acaba sendo surpreendido com um discurso de coragem que só Sue é capaz de dar. Ingênua ou não, ela é capaz de fazer qualquer um parar para pensar.

O momento família Heck aconteceu de uma forma natural e inusitada, quem imaginaria que todos se uniriam em favor de um futuro relacionamento amoroso de Brick. A união da família Heck muitas vezes foge do tradicional “momentos de carinho”, eles demonstram seu amor, sua união e solidariedade uns com os outros, apenas com ações. Simples ações, sem grandes e memoráveis demonstrações de afeto. Momentos assim revelam o diferencial da família.

Venho questionando qual seria a solução que os roteiristas arrumariam para a ausência de Axl na rotina familiar e acredito que já a tenham encontrado. Axl está sempre em casa e de uma forma bem natural, sem muitos questionamentos. Seus momentos de faculdade foram bem colocados neste episódio, foi engraçado ver Axl, fora de sua zona de conforto. Ele não é mais o garoto popular, é apenas um calouro passando por trotes e sendo humilhado. Axl vive um momento Sue e age como a irmã, sem reclamações, vendo o lado positivo e se virando de sua maneira. Um novo amigo da faculdade promete uma boa parceria para episódios futuros.

Tudo é possível....Brick interessar-se por uma garota não porque ela tenha o hábito da leitura e sim porque seus seios cresceram, Axl ser amarrado em um mastro, Sue ter experiências de outro mundo e até Mike deixar seu coração amolecer.
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive