Saturday, October 12, 2013

[Review] The Middle – 5.02: Change in the Air



Uma nova Sue, um novo Brick, o mesmo Axl

Contém Spoilers!


The Middle superou as expectativas em sua estréia na TV americana e diferente de algumas séries que sofrem durante uma temporada inteira torcendo para que os índices de audiência a mantenham no ar, The Middle foi renovada para uma segunda temporada após apenas 2 episódios. Cada série nova que surge, nasce com o temor se sobreviverá por muito tempo. Como se apostassem todas as fichas no presente sem pensar muito no dia de amanhã. Quando o tema da série gira em torno de uma família com crianças e adolescentes, têm que se pensar seriamente no futuro, afinal eles crescem e começam a sair de casa. Foi o que aconteceu com The Middle afinal, Axl, Sue e Brick cresceram. Nesta temporada Axl saiu de casa, na próxima provavelmente irá Sue e os autores precisam ser bem criativos não só para os personagens não se perderem, mas também para a família funcionar com um integrante a menos na rotina diária.

“Change in the Air” não deixa Axl ausente, mesmo aparecendo pouco acabou sendo o centro das atenções. Entretanto, assim como Frankie que foi ignorada pelo filho, eu também senti falta de Axl. A ausência dele e como cada um lidou com a mesma foi o tema deste episódio.

Vimos aqui uma nova Sue, renascida e pronta para novos desafios. Livre dos insultos do irmão mais velho acredita que tudo pode melhorar. Na escola, pode transitar livremente por lugares proibidos por Axl, em casa não precisa mais ser ridicularizada e acredita que até seu namoro com Darrin pode ser resgatado. Ao contrário de Frankie que choraminga pela atenção de Axl, Sue está radiante com a ida do irmão à faculdade. Entretanto, nem tudo sai como ela planeja, a nova Sue provavelmente continuará sem muita sorte. Pode soar estranho para alguém que adora a personagem desejar isto, mas espero que suas tentativas de sucesso se frustrem, afinal o diferencial de Sue é justamente se dar mal em tudo que faz e mesmo assim manter o otimismo e o bom humor.

Brick também indica mudanças em sua nova fase escolar. Introspectivo e antissocial até aqui, surge então a promessa de um novo Brick que neste episódio foi um heroi reverenciado pelos demais colegas. Um dos maiores temores dos alunos do 6º ano é a ida ao banheiro e as conseqüências ao utilizá-lo. O pavor dele e dos demais colegas e os sacrifícios de todos para evitar a ida ao banheiro, garantiram cenas muito boas. Foi Brick o responsável pelas risadas neste episódio. Ele foi o único membro da família a não se expressar claramente sobre a ausência do irmão, mas foi ele quem teve a sensibilidade de ajudar Mike a diminuir a saudade de Axl.

Mike e Frankie giraram em torno de Axl. Frankie sente ciúmes da relação dos dois e resmunga sobre isso durante todo episódio. Sempre centrado e com sentimentos contidos é Mike quem escuta as queixas de Frankie em relação a Axl. É ele quem a aconselha a ter calma e dar liberdade ao filho, dá dicas a esposa de como se relacionar com sucesso com Axl. No entanto, Axl também o ignora e assim como Frankie, ele também começa a sofrer com a indiferença do filho. Sempre com as emoções sob controle e sem dar o braço a torcer, foi comovente vê-lo sentir falta de Axl. Para quem não se recorda do começo da temporada passada, Mike deixou escapar que Axl era seu filho preferido. Entretanto, mesmo sofrendo ele não dá o braço a torcer e sem se dar conta, é ajudado por Brick.

Brick atento aos sentimentos do pai e um Mike carente foram duas agradáveis surpresas. A vida continua para os Hecks e ainda continuo na expectativa de como será o futuro de cada integrante e como será a rotina sem Axl. Se ele terá uma história paralela ou se aparecerá em visitas frequentes, mantendo a dinâmica da família. Mudanças estão previstas, é só aguardar.
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive