Saturday, September 28, 2013

[Reviews] Criminal Minds - 9.01: The Inspiration [Season Premiere]


"Quem sabe de onde a inspiração vem? Talvez surja do desespero. Talvez venha das casualidades do universo, da bondade das musas." - Amy Tan 

Quem ai já estava com saudades dos agentes da BAU? Criminal Minds está de volta e trouxe um ótimo episódio em sua season premiere. Uma das grandes características da série é a de sempre inovar nos casos da semana, não tendo necessidade de repetir fórmulas. O arco da vez foi simples e, como sempre, inédito. Provavelmente ninguém esperava a reviravolta dos minutos finais. Vale destacar também os longos minutos de apreensão para saber se o caminhão tinha acertado o carro onde estavam JJ e Morgan. Quase tive uma síncope, muito obrigada, roteiristas!

O unsub da vez é Wallace, um sujeito que quando ainda era garoto, sofreu com o término de um relacionamento e entrou em depressão. O rapaz também sofre de um transtorno delirante agudo. Os agentes sempre procuram saber qual foi o gatilho que desencadeou o estresse nos suspeitos, levando-os a cometer atrocidades. No caso do Wallace, foi uma reportagem em um jornal. Heather, que era namorada do unsub na época do colegial, teve seu casamento anunciado na mídia. Isso fez com que Wallace se sentisse traído e começasse uma série de assassinatos.

Ações descomedidas, na maioria das vezes, estão relacionadas a algum trauma sofrido em um momento da vida. Foi o caso do unsub, que devido a uma frustração amorosa, passou a ter atitudes absolutamente impiedosas, tendo como obsessão o louva-a-deus. No acasalamento do louva-a-deus,  durante ou após o ato, a fêmea arranca e come a cabeça do macho. Wallace enxergava as vítimas como um louva-a-deus. Na cabeça dele, elas iriam destruí-lo e, então, antes que ele fosse pego, ele as sequestra, as estupra e as força ao canibalismo, tomando assim o controle da situação. E só pra diminuir mais um pouco a fé na humanidade, o unsub sequestrou, matou e decapitou sua ex-namorada. Era a cabeça de Heather que servia de alimento para todas as outras vítimas.

O que vai determinar se seremos grandes seres humanos ou seres humanos atormentados é aquilo que inspiramos no íntimo de nosso ser. Agora entra uma série de questões que eu prefiro abordar no próximo episódio, onde aparentemente conheceremos mais da mãe do unsub. Existe tratamento pra esse tipo de transtorno, mas não sabemos ainda se o unsub fazia uso do mesmo. O negócio é que Wallace escolheu se inspirar no louva-a-deus. Quando a pessoa esquece de mirar para coisas positivas, coisas que evoluem, ela acaba criando dentro de si uma mente doentia. Se ainda tivesse, mesmo que no desequilíbrio, buscado algo positivo, o unsub não se tornaria um serial killer. O que você inspira é o que você vai ser na vida. Wallace preferiu inspirar o ritual do louva-a-deus.

Vale destacar agora as habilidades de análise comportamental de Morgan e JJ. Mesmo após pegar o unsub, nossos agentes ficaram incomodados com a forma como ele se portou na hora da prisão. No restaurante, quando teve mais um de seus surtos, Wallace foi caótico e desorganizado. Quando preso, porém, ele estava controlado. Como disse Reid, cada um reage de uma forma como é preso. Mas não acho que Wallace fosse ficar calmo, visto que ele sempre era mostrado sendo atormentado por visões da Heather. E então vem a reviravolta do episódio, após Hotch receber uma ligação da delegada local.

“Há duas coisas na vida para a qual nunca estamos preparados. Gêmeos” – Josh Billings

Sim, Wallace tem um gêmeo, e o gêmeo foi quem a polícia prendeu. Pela promo do próximo episódio, dá pra ver que ele não sabia da existência do irmão. Procurei sobre transtorno delirante agudo e achei uma informação bem importante que acho que pode vir a ser usada no próximo episódio.

No transtorno Folie-à-deux (loucura a dois), o indivíduo apresenta um delírio que é compartilhado por outra pessoa com a qual tem fortes ligações (pais/filhos). Geralmente, o doente possui diagnóstico de transtorno delirante agudo, mas seu parceiro não.

Será que é por isso que Wallace não sabia do seu irmão? Vi também pela promo que o gêmeo perdido não achará nem um pouco esquisito as atitudes de Wallace, inclusive, ele poderá até ajudá-lo com as atrocidades. Então, após ter feito essa pesquisa e assistido a promo, vai um palpite: os dois sofrem de Folie-à-deux.

Em meio a caça pelo unsub, os agentes também vivenciavam uma dúvida que pairava sobre a equipe: Hotch continuaria sendo chefe da equipe ou aceitaria o emprego de diretor da unidade? Se ele aceitasse o emprego que antes pertencia a Strauss, poderia passar mais tempo com o Jack e evitaria (palavras do próprio Hotchner) que um estranho entrasse na equipe e começasse a dar ordens. Por outro lado, como foi muito bem percebido pelos agentes, isso acabaria com o Hotch. A vida do agente está no campo, correndo atrás das mentes mais perigosas dos EUA. Sempre foi assim, isso faz parte da essência do Hotch. Ele precisa estar junto da equipe, da mesma forma como a equipe precisa dele.

PS: Senti falta de uma presença/aparição maior dos agentes nesse episódio.

PS: O cabelo do Matthew está lindo demais <3

E ai, o que vocês acharam dessa season premiere?
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive