Wednesday, August 7, 2013

[Reviews] Pretty Little Liars - 4.09: Into The Deep

Pela estrada afora ela vai infernizando a vida da liars.



Já está ficando bem cansativo vir aqui toda semana para reclamar do mesmo motivo. Não entendo porque apenas os dez minutos finais são proveitosos. É pra dar a impressão de que o episódio foi bom? Sinto muito, queridos roteiristas, mas não está dando certo! No começo eu até relevei, estava com o pensamento de que os produtores estavam preparando o terreno, arrumando-o para futuros desenvolvimentos e que devido a isso, um pouquinho de enrolação era aceitável. Mas já estamos no nono episódio da quarta temporada onde sempre apenas os minutos finais dos episódios são interessantes.

Sinceramente, qual a necessidade de mostrar que Ezra e Maggie vão travar uma briga pela guarda do menino Malcolm? É totalmente irrelevante. Parece a deixa para poder preencher os minutos dos próximos episódios quando faltar ideia para os roteiristas. E a viagem da Em totalmente desnecessária? Ela não pode nadar agora e o treinador disse que as chances dela se preparar para conseguir uma bolsa de estudos são mínimas. Pra que mostrar isso? Já sabemos das desgraceiras da vida da Emily, não tem necessidade reforçar esse ponto. Seria tão melhor se esses minutos desnecessários fossem substituídos por minutos interessantes e úteis que mostrassem mais um pouco de Chapeuzinho Vermelho e o -A Team em ação.

Agora, falando sobre as coisas desse episódio que podem vir a ser úteis, comecemos por Mona. Eu não consigo confiar na Mona e tinha certeza de que ela não assumiria ter assassinado o Wilden se não existissem coisas mais importantes por trás disso. Reparem na cara de satisfação que Mona faz ao voltar para a Radley. Ela queria aquilo. E como vimos na promo do 4x10, Mona aparece com as vestimentas do -A Team. Pra mim, ela nunca deixou de fazer parte do -A Team e apenas se aproveitou da situação para tentar ganhar a confiança das liars. E fala sério, com todo o show de psicopatia que a Mona já deu, que foi brilhantemente interpretado pela Janel, é precoce achar que de repente a Mona passou de capacho de -A para alvo de -A. Até parece que a Spencer não lembra de como Mona mudou da água pro vinho na season finale da segunda temporada.


Uma coisa que anda me intrigando é se -A e Chapeuzinho Vermelho são as mesmas pessoas. Toby e Mona já disseram que é Chapeuzinho Vermelho quem manda no -A Team, mas e se existir um outro -A Team com um(a) outro(a) big -A? Eu já pensei nessa hipótese há tempos e ela foi um pouco reforçada depois que vi Jenna boiando no lago totalmente sem vida. Vocês não acham que Jenna tem algum envolvimento com o -A Team? Foi Ali quem cegou Jenna e nossas meninas acobertaram esse fato. Se ela tivesse a oportunidade de infernizar as liars e fazê-las sofrer, não acho que recusaria. Pelo que vimos, alguém queria que Jenna ficasse de bico calado. Lembram da conversa da Spencer com a Melissa? Onde a Melissa conta que pediu para que Jenna e Shana vigiassem a Spence para saber com quem ela iria se encontrar (no caso, saber se a Ali estava viva)? Aqui vem a parte interessante e eu peço que vocês leiam com muita calma porque é fácil se confundir.

Reparem no cabelo escapando do capuz vermelho.

A princípio, vemos Chapeuzinho Vermelho com seu belíssimo cabelo cacheado, loiro e esvoaçante se encaminhando para entrar (invadir) a casa dos DiLaurentis. Quando ela abaixa (e eu vi essa cena repetidas vezes para ter certeza de que isso era um cabelo) é possível ver um pedacinho de cabelo escapando de dentro do capuz vermelho. Agora eu pergunto, quem em Rosewood tem esse corte? Pelo que eu me lembre, apenas a queridíssima Melissa. Talvez as coisas tenham saído do controle da Melissa e ela quis calar a Jenna. É uma hipótese a se considerar que tenha sido ela quem deu a pancada que desmaiou Jenna (que feio acertar um cego, ainda mais por trás. Se bem que Jenna é a cega que mais enxerga no mundo das séries) e depois jogou a moça desacordada no lago.

Vou tentar explicar de uma forma mais compacta para que vocês entendam o meu raciocínio. Jenna e Shana não obedeceriam as ordens da Melissa atoa. Na minha visão, Melissa, Jenna, Shana (sim, que caiu de paraquedas no meio da série) eram um -A Team. E Mona, Ali (como Red Coat), Toby (que voltou para o lado bom da força), (CeCe?) e sei lá mais quem, eram o outro -A Team. Arrisco-me até a dizer que os membros do N.A.T Club faziam parte do primeiro -A Team. E se existir de fato dois -A Team, é bem provável que existam duas Chapeuzinhos Vermelhos. Melissa sendo a chefe de um, e Ali (Courtney, no caso da história das gêmeas) sendo chefe de outro. E ainda que não tenha sido a Melissa quem tentou matar Jenna, pode ter sido uma pessoa do outro -A Team (se realmente existirem dois). Confesso que até me confundi escrevendo isso, e é uma teoria bem fantasiosa, mas se tratando de PLL, tudo é possível.

Temos um novo casal formado em Rosewood. Pequena Aria e Jake vão tentar fazer com que a coisa entre eles dê certo. Achei muito bonitinho os ciúmes que a Aria sentiu e no momento estou torcendo absurdamente por Jaria e rindo da cara do paspalhão do Ezra.

PS: “Por favor, me diga que você não tem nada a ver com isso.” Spencer não querendo acreditar que as Hannices podem piorar.

PS: Só pro caso de alguém não ter entendido, mas Jenna (ainda) não morreu.

PS: Eu não sei se estou lembrando direito, mas a Shana e a Jenna não tinham medo era da Melissa? De qualquer forma, se elas tinham medo da CeCe, é uma coisa que reforça ainda mais minha teoria sobre existir dois -A Team.

PS: Quem é a pessoa que sempre está na janela dos DiLaurentis?

PS: Cadê menino Mike?

PS: A unica certeza que tenho é que fico cada vez mais paranoica assistindo Pretty Little Liars. 

E ai, o que vocês acharam desse episódio?

Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive