Thursday, June 13, 2013

[Reviews] Teen Wolf - 3.02: Chaos Rising


Afogando a má impressão com o primeiro episódio.
Alerta de Spoilers!


Depois de um primeiro episódio bem fraco, confuso e cheio de coisas bizarras, Teen Wolf acertou a mão e fez um segundo episódio bem melhor, com o foco mais centralizado e sem tantas besteiras e exageros que permearam a season premiere "Tattoo".  Tudo isso, graças ao trabalho de organização, fundamental para a série.

No seu segundo episódio, Teen Wolf demonstrou que tem capacidade de fazer episódios sem o carnaval que foi a season premiere e ao mesmo tempo, impor o ritmo frenético que uma série teen sobrenatural precisa ter. Em Chaos Rising, temos o bom e velho plano semanal, mas com interações dignas de uma série que está amadurecendo a passos largos.

A presença de Peter Hale foi algo ótimo. Eu já disse antes, que o Stiles é o alívio cômico, sempre será e não adianta querer que isso mude, a natureza do personagem é essa, por isso, quanto mais interações diferentes fizerem para ele, melhor. Dessa forma, não enjoamos. Se tudo ficasse limitado a Derek e Scott, eu aposto com vocês que uma hora esse papel do personagem de ser a risada garantida, ficaria velho e batido. Existindo essa alternância, fica sempre como algo novo, quando na verdade só é reclicado.

Mas eu preciso confessar, gostei muito do desenvolvimento que esse segundo episódio teve. Claro que existiram algumas coisas estranhas, como a técnica do Peter de acessar as memórias do Isaac e a hipnose no gelo, fortuita para o roteiro, que não precisou desenvolver muito sobre o assunto. Foi bem assim: " é desse jeito que funciona, ponto final". Vocês não vão saber o motivo, não vamos aprofundar no assunto. Se acostumem pois Teen Wolf funciona dessa forma. Em um episódio eles esmiúçam e nos chamam de burros, no outro eles não contam nada e assumem que nós vamos nos satisfazer com o pouco oferecido ou procurar teorias e explicações com apenas duas falas do veterinário. Não irei reclamar desse aspecto da série, não mais.

Vi muito potencial para essa temporada, mesmo sabendo que ela terá 20 episódios, no lugar de apenas 12 como foi nas temporadas passadas. Teen Wolf precisa se controlar, caso contrário teremos uma temporada cheia de fillers. O que deve ser feito nesse caso de muitos episódios é dividir dois arcos no mesmo ano. Dois vilões, ou o mesmo vilão com interesses diferentes. Se formos seguir o mistério da matilha de alfas até o episódio 20, posso apostar com vocês que a série vai ficar difícil de engolir, o mesmo aconteceu com a segunda temporada de Lost Girl e depois a quantidade foi reduzida. Cuidado Teen Wolf, muitos episódios podem ser um perigo.

Agora, voltando ao episódio, eu me incomodei com duas coisas, graças a Allison e Lydia. Allison decidiu dar um tempo com o Scott, mas fica o tempo todo com cara de "você me deixou", "estou magoada", "não acredito". Essa frescura da menina não está agradando, ou ela desencana de uma vez e dá uma chance para o Scott arrumar uma namorada nova, ou gruda logo no menino e deixa de tanto mimimi sem base. Apesar que com a revelação de que a mãe dela tentou matar o Scott, talvez as coisas esfriem de vez para o casal. Lydia, que terminou o episódio gritando (coisa que ela fez a temporada passada praticamente inteira), também me irritou. Não dá pra fazerem isso com a personagem de novo, não aceitarei isso calado (meus dedos doem só de pensar em reclamar disso na próxima review).

Mas nem só de ódio por personagens fui movido. Isaac é um dos personagens avulsos que mais gosto, quer seja pelo fato dele ter um potencial muito bom para desenvolver principalmente com Scott, ou pelo fato dele ter falas e oportunidades justas, sem enrolação, sem drama, sem exageros.

Outra coisa que gostei foi a ousadia em matar a Erica, parabéns. Ela só teve uma função na temporada passada, protagonizar um triângulo com o Jackson e o Isaac na boate, só. O resto foi charme pra encher linguiça. Não ter Erica nessa temporada e ter a irmã mais nova do Derek que supostamente estava morta é um deleite para a trama. Para ficar perfeito mesmo, podiam ter riscado o Boyd, mas não dá pra cobrar essa perfeição, né?

De maneira geral, foi um bom episódio, apagou e muito a má impressão que tive com a season premiere. Muitas coisas ainda estão para serem desenvolvidas, o papel da filha do veterinário, que está aliada aos alfas mas claramente por interesses, o que o Peter Hale nos dará além de dubiedade. Minhas esperanças com a temporada aumentaram, só falta serem confirmadas com o terceiro episódio.

Ps. Os gêmeos Scavo continuam mudos, mas já sabemos que um é gay e o outro da Lydia.

Ps². Scott agora é letrado.

Ps³. Não foi dessa vez Stiles, mais sorte com a segunda menina.
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive