Thursday, February 14, 2013

[Reviews] The Vampire Diaries - 4.13: Into the Wild


Continuo assistindo essa série porque o Damon has a nice behind.

Não há dúvidas de que The Vampire Diaries não é mais aquela série fodástica que conhecíamos um dia, mas não é pra tanto também, né? Já sabíamos que nada ia dar em nada desde o anúncio da saída do titio Kevin. Agora, é aguentar a bomba explodir e não levar tudo tão a sério.

Foi um episódio chato? Nem tanto. Ele foi necessário, mas foi algo necessário quando estávamos no começo desse arco de cura e de Silas, porque a Vampire Diaries que conhecemos conseguiria desenvolver tudo que aconteceu até esse episódio em, no máximo, seis episódios.

O problema mesmo é que muita coisa não faz sentido, mas não é só por causa do roteiro. A parte da mitologia da série tá horrível, mas os personagens se tornaram mais BURROS ainda, se é que isso é possível.

Vamos por partes, é claro: a Ilha de Lost começou suas participações especiais em séries que não são da ABC, mas essa aqui a gente releva, porque Damon se tornou amigo dela faz um bom tempo. Estava esperando então um episódio todo trabalho no hit ‘A Bruxa de Blair’, mas como Bonnie estava como a bruxa oficial, não aconteceu. Quando o melhor do episódio envolve Bonnie correndo atrás de Jeremy pra tirar fotos de sua tatuagem, significa que algo está errado.

Todo o problema sempre esteve na questão de: Professor Colírio. Desde o início deixei claro minha insatisfação de NINGUÉM reclamar sobre o que ele falava, aceitava tudo na boa, só porque ele é um colírio. Bonnie com certeza relevava tudo o que ele falava porque ela obviamente queria uma penetração, e até agora ela não conseguiu por causa da boca torta.

Na realidade, nem sabemos se existe mesmo uma cura e pelo jeito, não existe. Adorei descobrir que o drama de Silas é porque ele traiu a mulher com outra safada e perdeu anos de fornicação por causa disso e usou a esposa de Colírio para mandar uma epifania. Da mesma forma que o povo foi besta em acreditar nas palavras do professor, o professor também é idiota em acreditar na ‘sua’ mulher, sendo que aquilo provavelmente era uma alucinação.

A esposa morreu por fazer Expressão e claro que Bonnie não sabia disso. Ela nunca pergunta ou questiona nada. Ela deveria ser a primeira a morrer caso aconteça esse terceiro sacrifício, mas como ela FINALMENTE ficou fodástica, a gente releva. Só espero que os próximos três episódios não sejam nessa ilha.

O pior de tudo é que a mudança de ambiente fez com que Elena, Rebekkah, Stefan e companhia ficassem com alguns neurônios à menos, por praticamente ENTREGAREM tudo o que professor precisava. Mostraram a cena patética de Stefan e Rebekkah dizendo "olha, não podemos perder essa pedra de vista de jeito nenhum" e na primeira oportunidade deixam o troço pra trás, na mochila, no acampamento, JUNTO com o professor. Sem contar que a única coisa capaz de matar um original, que nem sei por que estava com a Elena, estava escondida debaixo do saco de dormir dela, descansando. E pra quê mapa no corpo de Jeremy? De primeira é fácil falar que foi um erro, pois o professor sabia muito bem onde tudo estava, mas na verdade, ele precisava do mapinha para arrumar outro plot sem graça e entediante.

Jeremy ganhando destaque é mesmo um mau sinal. Quando o brother dos dreads entrou na barraca do Jeremy, estava achando que era a Bonnie pra tirar mais foto da tatuagem, mas convenhamos que não deu em nada também, porque Professor Colírio conseguiu manipular todo mundo tão bem que até Damon, que era o inimigo número um do cara, resolveu dar o fora.

Só não entendo Elena. Ficou mais chata quando virou vampira e ficou uma desgraça agora com seu desdém com os irmãos. Ela ama Damon, mas também não ama ele do jeito que ele é, sente ciúmes de Stefan e também ao mesmo tempo negligencia tudo o que o ex fez por ela nos três últimos anos. Elena deveria Elena deveria ficar um tempo sozinha, mas o que ele realmente quer é fazer os dois ficarem babando por ela, de tanto falar da Katherine, Elena está se tornando uma vampbitch 2.0 sem as roupas sensuais.

Rebekah está certíssima. Elena não é melhor do que ela, muito pelo contrário, a verdade é que ali ninguém é melhor que ninguém, cada um engana, trai e luta pelas pessoas com as quais se importa, como a Rebekah falou nesse episódio. E o que falar sobre o plot ‘vou morrer, me salva’ de Klaroline foi muito, muito, sem sal. Sabemos que Klaus faria qualquer coisa para salvar Caroline e sabemos também que Vamp Barbie sempre trolla o futuro marido, para manter as coisas apimentadas.
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive