Wednesday, February 6, 2013

[Reviews] Grey's Anatomy - 9.13: Bad Blood


Big Brother Anatomy.

Às vezes, é interessante para uma série que está no ar há tanto tempo, dar uma extravazada. Logo de cara, o episódio parecia bastante estranho e que seria um daqueles que é 8 ou 80 e mesmo que o episódio tenha sido medíocre para níveis de Grey’s Anatomy, ainda foi extremamente aproveitoso.

Para a maior parte da equipe, fechar o ER com certeza é um tapa na cara, já que a emergência é basicamente o que mais sentido e uma das formas de ajudar aqueles que precisam. A Médica Má não consegue perceber isso, mas o fato de terem colocado ela logo na primeira oportunidade para ajudar um dos pacientes foi bem oportuno. É claro que Owen estava esperando que ela percebesse o tanto que não fechando a sala de emergência ajudaria os necessitados, mas é óbvio que isso não iria acontecer.

O mais óbvio foi a descoberta de Derek, de que Alana está deixando o hospital pronto para ser vendido. Sério, não é essa a solução mais fácil? Infelizmente, é. Mas como é Grey’s Anatomy e o máximo que aconteceu com o hospital foi uma fusão, é provavelmente que esse plot não aconteça. Porém, não há duvidas de que estão conseguindo lidar muito bem com um arco que não é tão inovador. Owen foi ingênuo em pensar que ela iria mudar os planos só porque ela ajudou a salvar uma vida, o hospital está na desgraça e a atitude da Alana pode não ser o que os outros médicos achem certo, mas é o que ela faz para tentar ajudar.

Usar Kepner para falar com os atendentes com certeza não foi uma boa ideia, é claro que ela não iria acontecer, já que a médica consegue ser, ao mesmo tempo, insegura e intensa. Mas ainda há muitos que gostam da ex-virgem no mundo, como por exemplo, o paramédico gostoso.

O lado cômico do episódio também ficou por conta de Bailey, com sua puxação de saco tremenda, mostrando que está disposta a falar qualquer coisa para manter o emprego. A competição entre os médicos é sempre saudável, mas como não amar ver Bailey fazendo referências à The Hunger Games? Simplesmente inapagável. Outro bom momento foi Callie rindo igual o Coringa e destruindo as esperanças dos internos, colocando todos em seus devidos lugares.

O cara das hérnia parecia ser gente fina, mas como ele não se importa com pacientes, já está na minha lista negra. Um dos problemas que já foi discutido em outros momentos na série é a questão da medicina que está constantemente progredindo e mesmo que seja um fato, há ainda aqueles médicos que se recusam a participar do movimento. Esse foi o caso do Doutor Dinossauro no começo da temporada e também foi o caso de Richard.

Meredith não está acreditando até agora na sorte que teve em ficar grávida que qualquer coisa é motivo de drama. O melhor, porém, foi Bailey saindo correndo para ver se ela estava bem, afinal ela é como se fosse uma mãe para todos os residentes mesmo não assumindo que se preocupa. São por atitudes como essa que a gente vê que eles são mais do que ex-alunos para ela.

O grande acontecimento do episódio, porém, foi o paciente de Cristina e Interna #4. Nunca haviam tratado desse tipo de situação antes, mas estava na cara o desenvolver de toda a história. A menina não possui escrúpulos, mas aquela foi uma atitude muito errada e arriscada. Por mais que eu dê total apoio a ajudar pacientes de toda maneira possível, a situação gritava o contrário. O fato do menino não ter comentado para nenhum de seus amigos sobre sua religião é um indício de que ele não se identificava como Testemunha de Jeová, mas não tinha como termos certeza de tal pensamento. Cristina fez o que pode com o que tinha, mesmo que isso significasse perder um paciente.

E quando todo mundo achava que a pivete ginasta não ia levantar da cama, aparece Arizona, que realmente sabe das coisas, mostrando que é preciso dar um empurrão, ou no caso, puxar pelos braços uma rebelde sem causa. E ela mesma sabe que de nada adianta cruzar os braços e lamentar a tragédia ocorrida. Bola para frente para tentar viver a vida da melhor maneira possível de hoje em diante.

Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive