Wednesday, February 13, 2013

[Reviews] Community - 4.01: History 101 (Season Premiere)



O último primeiro dia de escola de Greendale.

Depois de quase dez meses sem nenhum novo episódio, diversos problemas nos bastidores, Community está de volta para sua quarta (ou última?) temporada, coincidentemente sendo também o último ano dos nossos Gleendale 7 na melhor faculdade do mundo. Ou na melhor tentativa de melhor faculdade do mundo.

Um dos problemas que viria por causa da saída do showrunner e criador da série Dan Harmon seria exatamente se a série conseguiria manter a mesma essência, ou seja, aquela comédia inteligente, que faz paródias e consegue zuar com todas as coisas da cultura pop em geral, ao mesmo tempo emocionando e entregando episódios épicos com tudo que tem direito.

O fato de terem usado The Hunger Games como primeira referência da temporada já mostra que eles querem manter o uso da cultura pop intacta, mas também mostra que querem popularizar, mostrando algo que virou bastante mainstream no último ano, deixando claro que ao mesmo tempo que querem manter a antiga Community, querem também a tornar mais popular, como foi o caso de The Big Bang Theory, que no começo era basicamente uma série sobre nerds para nerds, mas se tornou uma série muito estereotipada, com humor de fácil entendimento e virou esse monstro de audiência, mas não confunda aqui audiência com qualidade.

Community nunca teve uma audiência muito boa ou excepcional, mas conseguia se manter pelo seu roteiro, que sempre era impecável, com piadas inteligentes e ao mesmo tempo conseguiam não distanciar muito da realidade. Eles basicamente usavam um episódio como referência a algo na cultura pop e faziam um ótimo trabalho.

Por isso, The Hunger Games pede um episódio grandioso. Não foi isso que tivemos. Até tentaram, começaram de um jeito legal e interessante, mas acabou se tornando medíocre, principalmente por não mostrarem, de fato, os Hunger Games. A parte em que Jeff precisa dançar com o Dean para conseguir uma nova bolinha das várias bolas que ele já tem (!) deveria ser muito mais aproveitada, afinal Jeff nunca gostou de receber os assédios do reitor e de repente não só dança tango com ele como também PEDE para dançar com ele. Uma falha no personagem, mas como vimos, serviu para mostrar o que estava mais evidente no episódio inteiro: mudanças.

Esse foi o tema do episódio e não poderia ter sido melhor tratado, principalmente dentro da mente de Abed. Obviamente a NBC já deve ter cogitado a ideia de mudar o formato da série mais inteligente do canal para uma sitcom, com risadas no fundo. Isso é algo que simplesmente NÃO pode acontecer e o exemplo que tivemos no episódio deixou bem claro isso: As cenas em que mostravam a mente de Abed foram as piores do episódio inteiro, mesmo que tenham servido como uma crítica à parte criativa da emissora.

Jeff também estava mudado, de certa maneira. Ele só precisa de mais uma aula para completar sua graduação e como vimos, queria que todos fizessem essa aula também. Mesmo que seja um pouco egoísta, ele realmente tentou ganhar as bolas extras, mas a maior prova de que ele estava realmente mudado veio mais no final do episódio, quando ele deixou de participar da prova para tirar Abed do Abed TV.

Isso, porém, já sabemos. Jeff está mudado faz muito tempo e tocarem nesse assunto é um retrocesso tremendo. A única grande mudança foi ver Britta e Troy finalmente de mãos dadas, caminhando para um relacionamento verdadeiro. Por mais que tenha sido extremamente didática essa sequência, os nossos personagens mantêm a mesma essência, conseguindo, de uma maneira bem satisfatória, continuar com um bom nível. A grande dúvidas é se vão conseguir aproveitar melhor esse mundo maravilhoso que Community sempre teve, com melhores piadas, de preferência mais inteligentes.
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive