Monday, December 16, 2013

[News + Entrevista] Produtor de Agents of S.H.I.E.L.D. comenta sobre a série, o ódio da internet e a influência dos quadrinhos.


Depois de muitas reclamações dos fãs, Agents of S.H.I.E.L.D. chega ao mid-season finale com um saldo um tanto quanto questionável. A série que foi a promessa da transposição dos filmes da Marvel para a televisão ainda não chegou perto disso e o produtor da série, Jeffrey Bell decidiu colocar a boca no mundo. 

Veja a entrevista completa e traduzida depois do pulo:


Em entrevista a Comic Book Resources dada antes da exibição do 10 episódio, Jeffrey Bell, produtor de Marvel: Agents of S.H.I.E.L.D. disse que veremos mais da influência dos quadrinhos na série e que ela se tornará mais Marvel.  Abaixo fizemos a tradução da entrevista:

CBR News: Jeffrey, vamos começar olhando um pouco para a temporada até agora. Com o episódio 10 chegando, pela sua perspectiva como alguém com muita experiência na TV, as coisas estão onde você queria que eles estivessem nesse ponto, tanto criativamente quanto em termos de audiência?

Jeffrey Bell: Criativamente, sim. Um das coisas que é interessantes para nós quando fazemos um arco de 22 episódios é o ritmo com que contamos a história. Nós temos que conseguir algo com um arco de 22 episódios ao invés de 10 ou 12. O que eu acho que as pessoas vão ver no episódio 10 é como as coisas que nós deixamos no episódio 1, 3, 4 e 5 e outros episódios começam a se unir, e você verá essas peças se encaixando no décimo episódio. Para nós é excitante e eu acho que as pessoas verão "Oh, existia um plano" e o que foi feito isolado na verdade está conectado, mas você ainda consegue embarcar. Foi divertido para nós, acho que as pessoas vão gostar desse episódio por causa de algumas cartas que nós jogamos em respeito a isso. 

O que é interessante a respeito da resposta dos fãs é que ela é uma confusão. Existem os fascinados pela Marvel, que se perguntam se o Mike Peterson não é o Luke Cage. "Nós precisamos de mais personagens da Marvel, a série precisa ser serializada." E você tem o pessoal na contra-mão que quer mais beijos. Existem muitas opiniões diferentes, mas eu acho que no geral as pessoas estão respondendo bem a série. Eu não consigo me lembrar da última vez que eu vi tantas pessoas dizendo por conta própria, "Oh, você trabalha naquela série, eu amo aquela série," ou, "Minha esposa ama aquela série," ou, "Meus filhos amam aquela série," ou, "Meu irmão ama aquela série." Eu acho que existe boa vontade no mundo. Então, isso tem sido legal.


Um arco de 22 episódios é um termo de longo prazo e investimento ao extremo -- então é frustrante para você ver pessoas que estão julgando a série tão cedo, ou é uma reação que você esperava?
Eu aprendi a um tempo atrás que a internet foi inventada para disseminar três palavras "pior episódio [de] todos". Existem muitos haters na internet -- não só da nossa série, mas no geral. Eu gosto de ouvir as pessoas dizendo "Nós estamos no ramo de construção. Nós estamos construindo coisas, não estamos as destruindo". Eu acho que existem muitas séries boas lá fora com muitas pessoas as odiando.
Eu não acho que nós devemos ser guiados pelos fãs, eu acho que nós devemos ser seguidos por eles. Pessoas dizendo, "rápido, mais, rápido, mais" -- você nunca vai ser rápido o suficiente ou dar a eles o bastante. Você precisa confiar nas histórias que você está querendo contar, ter um plano, e com sorte no final as pessoas irão dizer: "Oh, eles sabiam o que estavam fazendo, que legal, eu não esperava por isso, foi realmente satisfatório." Esse é nosso objetivo. E nós vamos conseguir! Mas nós achamos que temos coisas boas planejadas, e do 10 em diante nós vamos começar a virar as cartas. Se você pensar em 22 episódios como um filme, nós atingimos a marca de uma hora de filme. As coisas estão acontecendo. Nós ainda estamos caminhando para o clímax antes de cair na ação, mas nós já colocamos a mesa para o que está por vir.
Tipo um segundo ato.
Sim. Mas também a marca de uma hora do filme, que é tipo "oh, o melhor amigo morre", ou "a pessoa que você pensou que estava morta está viva", ou "eles finalmente ficaram juntos". É um tipo de reset. É algo que você não esperava, ou algo que você não estava esperando versus mais plot ou uma ameaça maior.
Episódio 10 foi um bom episódio e acho que fizemos bem, ouviremos na próxima semana.
Falando mais da temporada com um todo nos termos positivos, quais são as coisas que você sente que "Agents of S.H.I.E.L.D." está fazendo bem, e especificamente, que você não está vendo outras séries fazendo na TV nesse momento. -- pontos positivos únicos que tem sido construídos nesse ponto de partida dos episódios?
Eu gosto do fato de sermos uma série de inspiracionismo. Nossa série é sóbre esperança. As vezes vai ficar escuro antes da esperança sair de lá. Em um mundo em que uma série começa com 30 pessoas sendo alvejadas eu gosto que nossa série não é assim, francamente. É refrescante. Existiram alguns que disseram que nossa série é mole e acho que parte disso foi uma escolha deliberada de trazer os novatos para o time-- Fitz (Ian DeCaestecker) e Simmons (Elizabeth Henstridge) nunca estiveram em campo, e Skye (Chloe Bennet) não era parte da  S.H.I.E.L.D. Então, parte do nosso processo tem sido colocá-los por algumas lições da vida, e endurece-los, e os dando experiência, trazendo-os a um ponto onde eles se sintam dignos de fazer parte do time da S.H.I.E.L.D. mas ao mesmo tempo eu gosto que nossos personagens ajudam pessoas. Eu gosto que nosso conflito é emocional e não apenas violento. Acho que fazemos isso bem e vamos continuar fazendo isso.
Nós conversamos sobre nossos personagens amadurencendo e eu acho que o que nós queremos dizer com isso é que estamos levando-os ao um nível de experiência e confiança.  Fitz/Simmons são experts no que eles fazem, mas eles ainda não o fizeram no campo. Por isso, quando nós temos tiros ou algo do tipo, nós achamos que é mais interessante ver alguém que nunca esteve naquela situação reagindo a ela, ao invés de, "Somos todos matadores profissionais que podem fazer isso". Nós nos divertimos. Nós gostamos do humor, existem muitas oportunidades para o humor. Eu acho que nós fizemos um bom trabalho em encontrar espaços para o humor, com sorte não as custas do personagem ou suspense.
Essa semana nós vimos a volta do personagem de J. August Richards' o Mike Peterson do piloto, que presumidamente está em um lugar diferente do que vimos anteriormente.
Ele está! J. fez um trabalho incrível no piloto e a reação dos fãs foi ótima. Nós sempre tivemos diferentes ideias de como trazê-lo de volta. É um show em que nós dizemos "Nem todos os heróis são super", mas quando nós vams contra pessoas com poderes de soco e pulo como alguns dos personagens da Centopeia tem, fez sentido para nós alistar alguém com habilidades similares, para que não sejamos esmagados. Trazê-lo, vê-lo limpo e tão bem é divertido. E o J. realmente fez um bom trabalho trazendo essa energia. Ele também parece com o cara que recebeu uma segunda chance. A primeira vez que ele se encontrou com o time eles podiam ter colocado uma bala em sua cabeça, mas ao invés disso eles o nocautearam. Ele está grato por essa segunda chance e ansioso para provar que valeu a pena fazê-lo. Acho que os fãs gostarão disso.
Yeah, parece que ele é um agente completo da S.H.I.E.L.D. com uniforme nas fotos promocionais.
Ele conseguiu uma roupa [tática] bem maneira, o que é legal. Nós não somos uma série com super heróis completos e com fantasias, mas eu acho que as quase fantasias da Marvel -- quer seja a roupa da agente May, ou o novo uniforme tático do Mike, são muito legais.
Falando na agente May, queria te perguntar sobre a revelação recente do quase romance entre a May e o Ward, que pegou muitas pessoas de surpresa. Você pode dar qualquer comentário sobre o que os inspirou para esse par e os telespectadores podem esperar mais da dinâmica deles avançando?
Aconteceu meio que naturalmente, o que é divertido. Se você pode ter algo que é surpreendente e natural, você pensa, "Oh, isso é bom". Depois do episódio com o Asgardiano e Ward tocando o cajado e indo para um lugar escuro e de raiva, e ele realmente lutando contra aquilo, com sorte quando ele chega ao bar nós podemos ver que Skye também está lá para ele, em uma maneira bem real. Ela oferece a ele um ombro para chorar -- Eu não sei que tipo de bar você frequenta, mas para mim aquilo foi "Aqui está meu ombro pra você chorar". O fato dele ter rejeitado isso, não acho que seja por ela não ser atraente ou interessante, mas sim por que ele está meio que preso em sua dor e no que ele precisou passar. Quando você vai para a agente May, que também é assombrada por seu passado, essa dor-- e nós chegamos um pouco mais sobre o que "Repairs" é -- Eu acho que as vezes as pessoas se juntam para dividir suas dores. "Eu não preciso falar, Eu não preciso pensar, eu só preciso estar."E você entende isso. Nós sabemos que existe algo que justifica isso, mas mesmo assim nos surpreendemos.
Uma coisa comum que a pessoas parecem querer da série são mais personagems dos quadrinhos incorporados, e mais ligações com o Universo Cinematográfico da Marvel-- Nós vimos um pouco dos dois, mas indo a frente para os próximos episódios, você poderia dizer se os telespectadores podem esperar mais disso? Na mesma quantidade?
Eu diria, que no geral, eu acho que os fãs irão aproveitar os episódios como sendo um pouco mais "Marvel". Eu digo isso em vários níveis. Eu acho que nós estamos sempre esperando para encontrar personagens quer sejam do universo Marvel dos quadrinhos ou filmes que possamos reconhecer. Eu acho que trazer essa tensão e suspense dos filmes é algo que nós estamos querendo fazer com nossos personagens ao passo que eles se tornem mais confiantes.
A outra coisa que parece estar acontecendo, baseado somente no fato de que sentimos que era isolado mas que são diferentes peças de um quebra-cabeça, eu acho que nós vams começar a sentir mais do momento dessas histórias, episódio para episódio. Cliffhangers ocasionais, que eu acho que são mais como um final de quadrinho da Marvel, do que "está tudo fechado como um laço". Então eu acho que em alguns níveis, os fãs irão se sentir indo mais em direção a Marvel.
Existirão dicas sobre o mistério do Coulson, também?
Sim, estaremos virando as cartas para isso nos próximos [episódios]. Eu ficarei curioso para ouvir a resposta das pessoas sobre isso, por que todo mundo tem uma opinião.

Para ler nossa review do décimo episódio da série, clique AQUI.

Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive