Wednesday, September 11, 2013

[Reviews] Under the Dome - 1.11/12: Speak of the Devil/ Exigent Circumstances


Vocês renovariam Under the Dome depois desses 12 episódios? Eu não.

Alerta de Spoilers!

1.11 - Speak of the Devil

É complicado dizer isso, mas eu não renovaria Under the Dome para uma segunda temporada. Na verdade, eu não a consagraria com o mérito de passar de mini-série para série. Tirando o primeiro episódio e o de número 12 Exigent Circumstances, eu não consegui identificar nenhum outro que tenha se destacado.

O mais complicado em Under the Dome é que nós passamos o episódio inteiro esperando pelos únicos momentos que realmente fazem nossa cabeça se concentrar no que está passando na telinha. O ovo mágico que pelo que eu consegui entender, funciona como aqueles lindos (só que ao contrário) anéis de humor. Quando ele está de bom humor, ele é violeta, quando está de péssimo humor, vermelho. É isso?

Brincadeiras a parte. Todo mundo em Chesters Mill é meio burro, né? E nem podemos dizer que eles são assim por serem bons, não é uma burrice decorrente da inocência, é burrice pura e simples. Não sei o que os redatores estão pensando, mas eles conseguiram fazer a Linda passar de uma personagem legal e interessante para a pior detetive/policial vista até agora. Eu cheguei a comemorar quando o Barbie a desmaiou, sério. Eu comemorei um ato de violência contra uma mulher, isso não é certo, mas eu me senti bem. Culpa de quem? Dos redatores que insistem em desconstruir personagens.

O domo até agora tem se provado o personagem mais sensato. Isso vindo de uma entidade que escolheu Junior para ser seu emissário. Mas tudo bem, ele ficou nervosinho, fez um tornado (que ninguém mais achou estranho) e mostrou que o monarca, pode ser Barbie. Porém, ainda acho que a conexão da Julia é maior do que a demonstrada até agora, o domo de certa forma confia nela. 

Tanto é que, o grande momento ou os grandes momentos da série, tem o domo envolvido. Quando na verdade, por se tratar de uma série do Stephen King, deveriam ser as pessoas. Mas tudo bem, o domo é mais interessante mesmo. A visão de que um dos quatro fantásticos epiléticos possa ser o assassino de Big Jim foi ótima. Uma boa cena em um ótimo momento visual da série.

Mas de uma forma geral, é triste saber que a série precisa usar como muleta as cenas com um objeto aparentemente inanimado (ovo) e outro que nós só imaginamos que seja vivo (domo). Com tantos personagens a seu dispor, era de se esperar que as mentes por trás de Under the Dome pudessem mostrar algo mais trabalhado e melhor desenvolvido.

Ps. Coloquem a Doodie e a Linda no mesmo pacote e você verá que a utilidade das duas combinadas não passa de 2. Um ponto para cada.

Ps². A Angie queria ser dona da lanchonete, mas depois que conseguiu o que queria não deu mais as caras por lá. Tá certa, né?

1.12: Exigent Circumstances

Como penúltimo episódio de uma série (antes de ser condecorada para série de verdade), eu teria que dizer, Under the Dome quase decepcionou. Fez um trabalho mediano, mas eu e aposto que você também, leitor, esperava mais. Pensando de forma geral, a grande maioria das séries no ar hoje, prezam e muito pelo penúltimo episódio como uma forma de impor um ritmo gigante e que será concluido nos minutos iniciais do finale para dar aquela folga e aquele desenvolvimento para a temporada seguinte. 

A verdade nua e crua é que a burrice dos moradores de Chesters Mill só tem crescido, ainda acho que o ápice dela será no episódio final. Linda sendo a lider de todas as pessoas burras da cidade. Ela trabalhou do lado de Barbie por um bom tempo, descobriu um monte de podre do Big Jim, viu o cara montar um esquadrão de assassinos para invadir uma fazenda atrás de água, assistiu o Barbie salvar Chesters Mill várias vezes, a própria Julia não estava nem um pouco preocupada com o marido assassinado, mas não, Linda não foi capaz de dar um minuto pro cara se explicar. 

Big Jim se tornou a verdadeira vilã de novela mexicana, amando todo o poder que conseguiu e matando todo mundo que apareça em seu caminho. A verdade é que de todos os possíveis monarcas existentes (borboleta ou não) Big Jim foi o único que se auto proclamou, mas acho que sua monarquia não irá durar tanto tempo assim. Prevejo um final já no próximo episódio.

Dodee já era figurinha carimbada, ninguém vive o suficiente após decepcionar o domo, ou seu ovo. E ela já estava lá, toda assanhada querendo ajudar o Big Jim, não saberemos nunca se foi por medo ou se foi por ser imprestável a esse ponto. Já a Linda, coitada, vê o Big Jim prendendo duas crianças e não consegue ser inteligente o suficiente pra perceber que ele não é o bozinho e nunca foi (ou será). A coisa tá tão feia pra Linda, que até o Junior já percebeu que tem alguma coisa errada com o pai dele.  Se até o Junior conseguiu, era de se esperar que a Linda conseguisse, também. 

Foi porém, um bom episódio. A tensão cresceu bastante e foi interessante ver que as coisas estão beirando uma mudança muito grande. Quer seja pelo lado do monarca, ou pelo domo que começou a ficar sentimental e vermelhinho de raiva. O grande problema é que para o penúltimo episódio eu esperava algo a mais, foi mediano, tinha que ser bom. 

Ps. Carolyn voltou do seu período de luto e já voltou tomando espaço, fez o que Linda e Dodee não conseguiram em uma temporada inteira, percebeu com um discurso que Big Jim não presta. 

Ps². Barbie ama a Julia. Tá indo muito rápido meu irmão, vá com calma.

Ps³. Espero não precisar esperar mais um ano pra ver aquele casulo abrir.
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive