Saturday, July 20, 2013

[Reviews] True Blood - 6.05: Fuck the Pain Away

When Pam opened up to her therapist.

Pam vai ao terapeuta. Não preciso dizer mais nada, né?
A grande diferença entre humanos e vampiros, uma das raças evoluiu. E com certeza, depois desse quinto episódio você percebeu que a raça que mais evoluiu em milhares de anos não foi a dos vampiros, que apenas se preocuparam em acompanhar a modernidade meramente como disfarce de sua verdadeira natureza. Agora, sinto dizer, é tarde demais e os humanos se tornaram a verdadeira ameaça. Humanos que conseguiram fazer mais do que todos os outros vilões da série durante esses cinco anos passados.

Quanto a série, não tenho uma crítica ruim a fazer, apenas elogios. True Blood voltou com tudo e provou que tem muito mais combustível para queimar antes de ficar sem força. Claro, não quero nem de longe que a série fique enrolando no ar, a confirmação de uma sétima temporada foi o suficiente e acho que o melhor seria encerrar a série lá mesmo.

Afinal, qual seria o inimigo maior do que esse enfrentado? Qual inimigo seria mais formidável do que o próprio ser humano? Ser humano que dizimou outras criaturas e a própria natureza para sua sobrevivência. Ser humano que matou muito mais do que todos os vampiros já mataram. Esse acampamento/campo de concentração é a prova de que se os vampiros quiserem continuar vivos eles terão que voltar para dentro do caixão. Até por que, a tal iniciativa de jogar ao mundo que os vampiros não são os únicos no mundo e que existem sim outras criaturas a solta, vem se provando falha. Não vejo um desfecho bom para Sam e sua nova amante.

Por falar em Sam, lembro que no começo da review eu disse que não faria críticas negativas a série, pois é, eu tinha me esquecido do Sam. Tentaram mais uma vez nos convencer de que ele é relevante para a trama, colocaram Alcide e o núcleo dos lobos para trabalhar com ele e assim, minimizar a quantidade de tramas diferentes ocorrendo ao mesmo tempo, mas ainda está muito difícil de engolir. Não está ruim, mas não está nem perto de estar bom, as coisas ainda estão confusas e sem propósito. Fica complicado aceitar que tudo o que está acontecendo lá é por causa da menina loba, Emma.

Agora, quando comentamos sobre Sookie, peço uma pausa para dizer umas coisas sobre o que andei lendo a respeito da personagem. Muitos se levantaram para dizer que o que aconteceu nesse episódio com a Sookie foi um retrocesso para a personagem que vinha se mostrando corajosa e se deixou ser levada tão facilmente. É preciso ver que apesar de ter mudado e muito, Sookie ainda é a menina simples do interior que respeita as pessoas mais velhas, especialmente o espirito de seu pai. Se ela atacasse Laffayete ela estaria atacando seu próprio pai. Sei que muitos de vocês já levaram umas palmadas, né? Qual de vocês atacou de volta?

Pois bem, voltando a trama da Sookie, finalmente tivemos uma resposta clara para a maneira como o Jason pensa, tudo foi herdado do seu pai. Fiquei triste em saber que o homem tentou matar a própria filha, mas também entendo que não o fez por ser uma pessoa ruim (ele é ignorante, apenas), mas sim por preferir não ter a filha a vê-la como uma criatura que para ele era a própria personificação do diabo. Como todos nós percebemos, a série caminha cada vez mais para o fim. Jason decidiu corrigir seus erros e como pontuei, tudo leva a crer que serão os humanos que farão toda a diferença nessa temporada, tanto para a salvação quanto para a perdição.

Bill continua sua cruzada em busca da salvação e agora ele encontrou o que precisava, o vampiro híbrido que salvará a raça de vampiros. Ou pelo menos é o que esperamos. Outra ponta que foi amarrada perfeitamente, fazendo toda a conexão com Lilith, Warlow e o sangue misterioso, só falta identificar quem foi que estocou o sangue da mulher, certo?

Enquanto isso, Pam tendo uma sessão de terapia e mostrando exatamente o que eu quis dizer lá no começo, os vampiros não evoluíram, até por que, aprender com seus sentimentos é evoluir, colocá-los debaixo de camadas e mais camadas de outros sentimentos é um erro. Godric deu essa dica quando se entregou ao sol e quis morrer, ele percebeu que os vampiros estavam longe da evolução que tanto imaginavam ter. E me corta o coração ver Eric e Pam tendo que lutar um contra o outro, mas acho que nenhum deles deverá morrer, até por que, a visão de Billith mostrou eles vivos antes de encontrarem a morte pela luz.

Não tenho duvida nenhuma de que essa temporada será a melhor da série, as coisas estão muito boas e já superou a expectativa que eu tive com a segunda temporada, que para mim foi a melhor, até agora. Resta torcer para que nada dê errado e que o trem continue nos trilhos.

Ps. Pelo menos uma, das quatro filhas do Andy sobreviveu. Que bom pra ele, que péssimo pra Jessica.

Ps². Jessica e Tara em OZ (a série da prisão, não o filme do mágico).
Share:

Disqus for O Mundo das Séries

BTemplates.com

Labels

Blog Archive